top of page
Mulher orando

Mensagens

Mordomos do e no tempo!


Ensina-me a contar os dias da minha vida, para que alcancemos coração sábio” (Sl 90.12)


Todas as pessoas se preocupam com tempo. Perguntas como: o que o futuro me reserva? O que será de mim amanhã? O que acontecerá na próxima semana?

Para muitas pessoas o passar do tempo é apenas um fator incontrolável que traz felicidade ou infelicidade.

Ensina-me a contar os dias da minha vida!


O termo Mordomia corresponde ao termo Grego “oikonomos” (mordomo) e “oikonomia” (mordomia). A raiz da palavra é oikos (casa), e o verbo nemeim (distribuir, fazer, gerir). No grego clássico significa “administrador de uma casa.Oikonomia significa gerência, direção, ou administração doméstica e suas diversas implicações.

Ensina-me a contar os dias da minha vida!

1 - A Bíblia nos diz muito sobre o tempo

O cristão sabe pela Palavra de Deus que é um administrador daquilo que Deus dá.

É impossível definir o tempo, mas é possível descrevê-lo. Tempo é muito mais que certa quantia de segundos, minutos, horas, dias, semanas, meses e anos. O tempo é um período de oportunidades. É um presente valioso de Deus. Deus nos confiou tempo, e com ele, inúmeras oportunidades para cumprir o objetivo de nossa vida servindo a Deus e ao nosso próximo.

Thomas Edison, que passou muitas horas do dia e da noite em seu trabalho, disse: “tempo é a coisa mais preciosa do mundo”. Nenhum dinheiro pode comprar o tempo, ainda mais o tempo perdido. No seu leito de morte, a rainha da Inglaterra, gritou: “Milhões em dinheiro por uma polegada de tempo”.

Uma das maiores tragédias é o fato de milhões de pessoas não saberem a razão de sua existência nesse mundo. Os atenienses descritos por Lucas em Atos 17.2 se reuniam todos os dias, gastavam todo o seu tempo, em nada mais do que ouvir alguma novidade. Assim como tantos hoje, não se conscientizaram da inestimável herança que lhes foi dada pela dádiva do tempo. O tempo nunca para.


Ensina-me a contar os dias da minha vida!

Para uma adequada concepção de tempo, é preciso:

Primeiro: reconhecer que o tempo é uma dádiva vinda de Deus;

Segundo: compreender que o tempo é um período de oportunidades para cumprir os objetivos de nossa vida;

Terceiro: é um dever sagrado que devemos usar com sabedoria.

Ensina-me a contar os dias da minha vida!

2 - O valor adequado do tempo

Quando Deus em sua Palavra exorta “remir o tempo”, deseja nada mais que nos mostrar a usar o tempo da melhor forma possível (Ef 5.16; Cl 4.5). Porque usar o tempo da melhor forma possível?

Primeiro: o tempo é curto e incerto. O tempo normal da vida é entre 70 – 80 anos (Sl 90.10; 1Cr 29.15; Tg 4.14; Sl 90.9; 1Pe 1.24).

Segundo: o tempo de vida concedido aos nossos semelhantes, a quem precisamos ganhar para Cristo, não é mais longo e mais certo que o nosso próprio. Por isso, Deus em sua Palavra aconselha (Is 55.6; 2Co 6.2; Hb 3.15). Deus convida ao arrependimento àqueles que ainda não conhecem Jesus Cristo. Deus também lembra o cristão de que nosso tempo é limitado, e nesse tempo, precisamos conduzir nosso semelhante a Cristo.

Terceiro: é preciso remir o tempo, pois não há certeza sobre o dia exato de quando este mundo acabará e quando o dia da graça terá passado para sempre (Mt 24.35; Hb 1.10-12, 2Pe 3.10).


O tempo só se torna valioso quando cada qual o encara como um período da graça que Deus concede para que cada qual cumpra o propósito de Deus em sua vida. Mas, com tantas coisas na vida para fazer, como acharemos tempo para os propósitos de Deus? Aí entra a mordomia, a administração do tempo.

Ensina-me a contar os dias da minha vida!

3 - Uso adequado do tempo.

Frequentemente as pessoas dizem: “Eu não tenho tempo.Será? Para que não se têm tempo?


Deus nos tem dado todo o tempo que existe. Esta é uma dádiva que todas as pessoas partilham igualmente. É uma dádiva perdida se não for usada. Afinal, tempo, uma vez perdido, jamais pode ser recuperado.

Muitas das pessoas que reclamam “a falta de tempo” sempre dão um jeito de encontrar tempo para fazer aquilo que desejam. Tudo depende se a pessoa acredita ou não que o tempo é propriedade sua para fazer com ele o que bem desejar, ou se a pessoa acredita que o tempo pertence a Deus e que devemos santificá-lo também para Cristo. Jesus com seu sangue na cruz nos comprou para lhe pertencermos e servirmos.

Um cristão reconhece que todo o tempo é tempo de Deus!

O tempo é um dever sagrado que necessita ser usado segundo a vontade de Cristo.

Ninguém sabe quanto tempo vai durar a vida nesse mundo. Mas, enquanto durar, priorizemos o tempo com a família, no trabalho, na igreja, com os amigos (as), etc.

A matemática do tempo nos indica que está se trabalhando 8 horas por dia, repousando outras 8 horas e que outras 4 horas são usadas para a rotina do dia a dia, assim, estão sobrando outras 4 horas que não se sabe dizer como que está sendo gasto. A verdade é que se está gastando pouco tempo com aquilo que é importante e essencial.


A matemática do tempo nos permite fazer o seguinte calculo: - uma pessoa que trabalha seis dias na semana; e, por mais ocupada que seja lhe sobram 4 horas livres por dia e outras 12 horas do domingo, totalizando 36 horas vagas na semana. Como se está ocupando essas horas vagas? Mesmo que a pessoa participe de dos dois cultos semanais, ainda lhe sobrará 32 horas vagas.

É impossível pegar um padrão geral para cada indivíduo, mas acredito que esse seja um padrão quase que geral.

Querido e querida o salmista orou: Ensina-me a contar os dias da minha vida!

O tempo é um período de oportunidades para executar o propósito de Deus em nossa vida. É exigir demais alguns minutos diários para devoção, oração, estudo bíblico, culto, escola bíblica, ...?


Ensina-me a contar os dias da minha vida!

4 - Organização adequada do tempo

Como estás com seu tempo? Como o estás organizando?

Se o tempo é tempo de Deus, então isto significa que todo o nosso tempo deve ser consagrado a Deus. Também aquele tempo com a família e o lazer. A confusão que as pessoas fazem é achar que o único tempo dedicado a Deus é aquele na igreja (1Co 10.31; 1Pe 4.11). Tempo gasto no trabalho é tempo gasto num propósito santo (contando que nosso trabalho seja um trabalho que agrade a Deus). A ocupação diária dos cristãos como agricultores, como donas de casa, lojistas, churrasqueiro, cozinheira(o), empresário(a), etc, é uma ocupação santa porque serve em benefício dos outros e é, portanto, feito para a glória de Deus.


Tempo dedicado a Deus é o tempo em benefício de todos. Deus não se alegra só com trinta ou sessenta minutos em um departamento da igreja. Dedicar tempo à Deus é se dedicar ao máximo para o trabalho, à família e à igreja.

O cristão é convidado a “remir o tempo”, ou seja, “aproveitar as oportunidades”.

Colocar prioridade no tempo é parar de falar “não tenho tempo” e passar a “ter tempo pra tudo.” O biográfo Douglas Eouthall Freeman escreveu: “apenas o tempo é insubstituível; não o desperdice”.

Ensina-me a contar os dias da minha vida!

5 - Tempo e juventude


Salomão em Eclesiastes (Ec 12.1) escreveu para que os jovens lembrem do criador nos dias da mocidade. Nessas palavras o Dr. Walther parafraseou a verdade de que “Deus quer toda a vida dos jovens. Deus deseja o vinho suave da juventude.”

Muitos jovens se dizem jovens demais para se ocuparem com a igreja. Mas, se hoje sou muito jovem, amanhã poderei ser muito velho e ninguém sabe, mas pode ser que a pouco seja tarde demais. “Ensina-me a contar os dias da minha vida, para que alcancemos coração sábio” (Sl 90.12). Amém!

Rev. Edson Ronaldo Tressmann

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page