Visitas e presentes


Visitar alguém é, geralmente, algo reconfortante. Podemos lembrar das adoráveis visitas que encheram a casa de alegria.


Dentre as visitas que realizamos, também há aquelas em que tínhamos algo em nossas mãos, como presentes para um aniversariante, uma garrafa de vinho para um amigo ou uma flor para alguém especial.


A Palavra de Deus já havia anunciado que em algum momento da história aconteceria uma visita sensacional. De reis para um grande Rei. Quem realizaria a visita teria em mãos presentes muito especiais.


O Salmo 72, versículo 10, registra o anúncio desta visita quando diz: “os reis da Espanha e das ilhas lhe oferecerão presentes, e assim também os reis da Arábia e da Etiópia”.


E assim aconteceu. No tempo exato e escolhido por Deus esta visita foi realizada e eternizada na história.


O dia de hoje, 6 de janeiro, dia da epifania, é a data em que esta visita é celebrada. É a visita dos magos do oriente ao menino Jesus. O Rei dos reis recebeu nobres presentes de suas visitas: ouro, incenso e mirra. Mais uma promessa de Deus havia sido cumprida.


E, após a visita, os magos do oriente voltaram aos seus povos e levaram consigo a boa nova do nascimento do Rei dos reis.


Hoje esta visita pode ser apreciada também sob outro olhar. No nascimento de Jesus, celebrado há poucos dias, Deus visitou seu povo, se fez carne e habitou entre nós. O melhor presente desta visita está nas mãos de Jesus. Mãos que, mais tarde, estariam crucificadas.


E é justamente na cruz que o melhor presente nos foi dado: o perdão dos nossos pecados.


Perdoados, aceitos e salvos por Deus, podemos nos juntar aos magos do oriente e, de joelhos, adorar o menino Jesus com o melhor que tivermos em nossas mãos.





Rev. Bruno A. Krüger Serves

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo