Timóteo – escolhido para a obra de Deus!


Timotheos (Τιμοθεος) provavelmente significa “que honra a Deus”.


Lucas em sua pesquisa realata uma breve biografia de Timóteo: “Chegou também a Derbe e Listra. E eis que estava ali certo discípulo por nome Timóteo, filho de uma judia crente, mas de pai grego;” (Atos 16.1).


De acordo com Lucas em Atos 14.6, Derbe e Listra eram “cidades da Licaônica”. Há muita dúvida com respeito a cidade natal de Timóteo. Provavelmente nasceu em Listra, uma província romana da Galácia (hoje, região na Turquia).


O pai de Timóteo era grego, sua mãe, Eunice e, sua avó Loide, judias (At 16.1; 2Tm 1.5). Convertidas ao cristianismo durante a primeira passagem do apostolo Paulo por Listra e Derbe (At 14.6-22).


Timóteo é um dos personagens mais conhecidos do Novo Testamento. Duas epistolas neotestamentárias são endereçadas para ele. Existem referências diretas e indiretas em outros livros da Bíblia (Atos, 1Coríntios e Tessalonicenses).


Na segunda viagem missionária, ao retornar pela região da Licaônica, o apostolo Paulo ficou impressionado com o desenvolvimento de Timóteo e resolveu leva-lo consigo. Há quem afirme que Timóteo tenha sido levado por Paulo para substituir João Marcos.


A partir dali se iniciava uma grande parceria que resultou em grandes frutos para a Igreja Primitiva. O legado da parceria desses dois homens de Deus serve de exemplo para nós até os dias de hoje.


Dia 24 de janeiro celebramos o dia de Timóteo, Pastor e Confessor. Timóteo foi um jovem líder da Igreja Primitiva e por tudo que ouvimos a seu respeito nas Escrituras é possível tirarmos algumas conclusões.


1 – Pensar na obra da evangelização.


Quando Paulo escolheu Timóteo para acompanhá-lo foi preciso circuncida-lo. Isso por causa dos judeus, afinal, Paulo considerou que Timóteo levaria o Evangelho a muitas regiões predominantemente habitadas por judeus.


A explicação do porque Timóteo não ter sido circuncidado até o momento em que Paulo o conheceu está no fato de seu pai ser grego. A Bíblia não dá indícios de que seu pai tenha tido alguma influência em sua educação religiosa. Mas, vejo com similaridade aos nossos dias. Quantos casais que um é de uma igreja e outro de outra daí decide o seguinte: nosso filho decide onde seguirá quando crescer.


Timóteo foi muito bem instruído espiritualmente por sua mãe e por sua avó. É importante o papel da família, ou parte dela, na educação cristã (Pv 22.6).


Paulo enviou Timóteo para a obra de evangelização em varias comunidades por ele organizada. Nestas Igrejas a evangelização deveria continuar. Assim aconteceu em Corinto (1 Coríntios 4,17); em Filipos (Filipenses 2,19) e em Tessalônica (1 Tessalonicenses 3,2).


2 – Exemplo em sua conduta


Através de Lucas, no livro de Atos dos Apóstolos, percebemos como Timóteo era querido entre os membros da igreja na região da Licaônica. Sua conduta era boa a ponto dos irmãos que estavam em Listra e em Icônio darem bom testemunho dele (At 16.1-2).


Timóteo era exemplo não apenas dentro da comunidade cristã, mas diante da sociedade. Seu exemplo era tão positivo que sua reputação chegou até Icônio.


3 - Timóteo foi um jovem escolhido para a obra de Deus


A Bíblia mostra que na separação de Timóteo para o ministério, Paulo e os anciãos locais oraram por ele impondo-lhe as mãos. Isso significa que ele recebeu um dom espiritual e foi autorizado para o seu ministério (1Tm 4.14; 2Tm 1.6).


É preciso deixar bem claro que apesar de Timóteo ter sido muito próximo de Paulo, não foi Paulo quem o escolheu. Quem escolheu aquele jovem para desempenhar um importante ministério foi o próprio Deus. Paulo sabia disso, e quando o aconselhava acerca do ministério, fazia-o lembrar de que existiam profecias anteriores acerca do papel importante que ele desempenharia na Igreja (1Tm 1.18; 4.14).


Caro jovem, você já pensou em exercer o ministério pastoral?


4 - Timóteo foi um exemplo de liderado


Embora Timóteo até tivesse o preparo suficiente para desempenhar sua missão, a Bíblia mostra sua humildade e capacidade de ser liderado. Ele aparece na narrativa bíblica assumindo o papel de discípulo em relação a Paulo. Não podemos encontrar na Bíblia referências sobre um Timóteo desobediente, fazendo o que lhe dava na cabeça, participando de contendas ou reclamando com Paulo. Timóteo foi a prova de que um grande líder precisa ser um grande liderado. Ele sempre estava atendo, cumprindo o que lhe fosse ordenado.


5 - Timóteo foi um exemplo de obreiro e líder


A forma com que Timóteo respeitava a liderança de Paulo e se submetia a ele, com certeza o preparou para ser um exemplo de obreiro e um grande evangelista que foi um dos líderes da Igreja Primitiva (2Tm 4.5). Além de porta-voz de Paulo em diversas situações, ele participou com o apóstolo de várias viagens missionárias.


O capítulo 16 do livro de Atos dos Apóstolos mostra Timóteo juntamente com Paulo, Silvano e mais tarde Lucas, evangelizando várias províncias até chegar à Europa.


Timóteo atuou como líder da igreja em Éfeso (1Tm 1.3) e ajudou os anciãos na evangelização e na solidificação da fé. Timóteo nunca esmoreceu em sua fé mantendo firme na confissão de Jesus Cristo mesmo na prisão (Hebreus 13.23).


6 – Exemplo de parceria


Lucas em Atos 17 narra que Timóteo e Silas foram deixados por Paulo em Bereia para continuarem seu trabalho durante um período. Logo depois Timóteo foi encontrar Paulo em Atenas, e em seguida, foi enviado a Tessalônica. Por fim, mais tarde ele partiu para Corinto levando as boas notícias a Paulo (1Ts 3.6,7).


Timóteo estava presente em Éfeso com Paulo durante a sua terceira viagem missionária. Partiu com Paulo de Corinto até Éfeso e depois até Cesaréia, na viajem para Jerusalém (At 18.18-23).


7 – Presente em qualquer situação


Uma missão muito importante que Timóteo desempenhou foi a de levar a primeira epístola de Paulo à igreja de Corinto e após isso retornou a Éfeso. Em seguida foi enviado à Macedônia para realizar os preparativos da chegada de Paulo posteriormente (At 19.22). Paulo também revelou a intenção de enviá-lo a Filipos, devido à preocupação que ele sentia em relação aos crentes daquela cidade. Após seu primeiro aprisionamento, Paulo deixou Timóteo em Éfeso para suprir as necessidades da igreja local. Durante esse período em que pastoreava a igreja de Éfeso, o apostolo Paulo lhe escreveu a primeira carta.


Além das viagens missionárias que Timóteo fez ao lado de Paulo, o mesmo estava junto do apostolo Paulo na Macedônia quando a epístola de 2Coríntios foi escrita. Timóteo esteve em Corinto quando Paulo escreveu a Epístola aos Romanos e também mais tarde, quando as epístolas aos Colossenses, Filipenses e Filemom foram escritas.


Durante sua última prisão em Roma, Paulo pediu que Timóteo fosse visitá-lo antes do inverno (2Tm 4.6-9). Não é possível afirmar com certeza onde Timóteo estava naquele momento. Também não sabemos se ele conseguiu chegar antes de Paulo ter sido martirizado.


8 – Suas limitações não o impediram de servir no ministério


Timóteo era muito jovem quando começou a exercer seu ministério (1Tm 4.12). Provavelmente era tímido e tinha dificuldades de se expressar (1Co 16.10,11; 2Tm 1.6-10). E embora jovem, parece que ele tinha a saúde fraca e frequentemente estava doente (1Tm 4.12; 5.23). Timóteo foi um dos líderes da Igreja Primitiva que mais refutou as falsas doutrinas e heresias, principalmente em Éfeso. Paulo não poupou elogios a Timóteo por seu conhecimento das Escrituras.


A vida missionária de Timóteo é um exemplo para nós. Já na sua adolescência começou seu ministério de evangelização. Amém.




Rev. Edson Ronaldo Tressmann

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo