Sobrecarregado!


“Fiquem alertas! Não deixem que as festas, ou as bebedeiras, ou os problemas desta vida façam vocês ficarem tão ocupados, que aquele dia pegue vocês de surpresa,” (Lc 21.34 NTLH). “... para que nunca vos suceda que o vosso coração fique sobrecarregado” (Lc 21.34, ARA)


Sobrecarga é um dos problemas que afeta bastante as pessoas, principalmente durante uma crise.


Não fosse a sobrecarga, iríamos produzir muito mais. A sobrecarga afeta nossa vida pessoal em todos os sentidos.


Jesus fala a respeito de uma sobrecarga que impede as pessoas de ficarem alertas. Disse o Salvador Jesus: “Fiquem alertas! Não deixem que as festas, ou as bebedeiras, ou os problemas desta vida façam vocês ficarem tão ocupados, que aquele dia pegue vocês de surpresa,” (Lc 21.34).


As coisas e fatos momentâneos são capazes de nos fazer esquecer o essencial. Tira a atenção e o foco naquilo que de fato é preciso estar focado e atento. Recorde que não são apenas festas e bebedeiras que tiram o foco, os problemas do dia-a-dia também nos sobrecarregam e tiram o foco.


Jesus alertou que a perseguição, os terremotos, os falsos profetas, as guerras, a fome, seriam sinais do fim e diante desses muitas pessoas desconsiderariam os mesmos, e isso por estarem sobrecarregadas.


Jesus recomenda para que as pessoas não se sobrecarreguem com festas, bebedeiras e até mesmo com as preocupações do dia-a-dia para que quando esses sinais ocorrerem às pessoas não os desconsidere a ponto de ignorá-los.


Coisas que assustam as pessoas e que parecem estar ocorrendo numa velocidade incrível são fatos que devem ser esperados. São os sinais apontados por Jesus. Mas, o fato é que a sobrecarga, a ocupação com as coisas do aqui e agora, têm levado muitos a ignorar os sinais e as Palavras de Jesus.


Disse Jesus: “O céu e a terra desaparecerão, mas as minhas palavras ficarão para sempre” (Lc 21.33)


Jesus convida todos para vigilância e alerta diante d sobrecarga e preocupação com fatos e coisas que irão passar.


Cuidado para que diante das festas, bebedeiras, preocupações passar a ouvir outras vozes e ignorar a Palavra do Senhor.


As palavras de Jesus demonstram inenarrável (Lc 21.36) pavor das pessoas ao verem os sinais na lua, nas estrelas, sobre a terra (Lc 21.25) e os fazerem questionar e buscar respostas onde há respostas e nem sequer consolo e conforto. Na carta escrita para Timóteo, o apostolo Paulo destacou que chegaria o tempo em que as pessoas não iriam dar atenção ao verdadeiro ensinamento, pelo contrário, seguirão seus próprios desejos. Dessa forma arranjarão para si mesmas uma porção de mestres, que vão dizer o que elas querem ouvir e passarão a dar ouvidos e atenção às lendas (2Tm 4.3-4). Diante desse fato, o apostolo Paulo exorta dizendo: “seja moderado em todas as situações” (2Tm 4.5).


Jesus pede para que não estejamos sobrecarregados a ponto de esquecer o que é eterno diante daquilo que tudo passa. Não deixe sua família, amigos, trabalho, lazer, afastar você daquilo que é eterno, ou seja, da Palavra de Deus. Sua família, amigos, trabalho, lazer, passará, no entanto, a Palavra de Deus não passará.


Estar ocupado - sobrecarregado (Lc 21.34) significa ficar pesado. É quando você bebe ou come de mais e sente pesado e assim dorme, e dessa forma perde a noção da realidade.


Ao alertar sobre a sobrecarga e a ocupação que faria muitas pessoas ignorarem a Palavra de Deus e os sinais do fim, o objetivo de Jesus é que ninguém se desculpe dizendo que foram pegos de surpresa como se estivessem diante de uma armadilha (Lc 21.35).


O fim dos tempos, ou mesmo a morte, só pegará de surpresa como se fosse uma armadilha quem não está preparado. Aquele que vive longe do Senhor e sem a fé firmada em Cristo, deve passar a ocupar-se da Palavra de Deus. Não ignore o eterno diante das coisas que passarão.


Não ignore a pregação da Palavra. Teremos mais um ano eclesiástico a nossa frente. Ano após ano, lemos duzentas e oito perícopes bíblicas nos cultos. Sendo 52 Salmos, cinquenta e dois textos do Antigo Testamento e Atos dos Apóstolos, 52 perícopes das epistolas e outros 52 trechos do evangelho. São necessários 12 anos para que um pastor pregue todos os textos da série trienal A, B, C. É preciso 36 anos de pregação para pregar cada um desses textos 3 vezes.


Não ignore a pregação da Palavra. Esse é o alerta do terceiro mandamento a respeito da sua Palavra. Eis a importância em Deus enviar alguém para anunciar, afinal, se não houver quem pregue, não haverá quem creia e assim não haverá quem tome posse da vida eterna.


A Palavra de Deus deixou de ser prioridade na vida de muitas pessoas devido a sobrecarga e ocupação com as coisas do aqui e agora. Isso se mostra pelo ter das desculpas: não tenho tempo; não posso; tenho compromisso; estou cansado; preciso relaxar;...


Disse Jesus: “Fiquem alertas! Não deixem que as festas, ou as bebedeiras, ou os problemas desta vida façam vocês ficarem tão ocupados, que aquele dia pegue vocês de surpresa,” (Lc 21.34).


Enquanto Jesus nos alertou sobre a sobrecarga, é preciso refletir no fat