Palavras encorajadoras para seguir viagem!


Jacó e seus 130 anos!


Quantas lições esse homem aprendeu até aquele momento.


Trapaceiro, teve que fugir. Habitou 20 anos com seu sogro e por ele foi enganado. Ao ter que voltar para casa pelo mesmo motivo que o fez fugir, trapaça, enfrentou o medo do reencontro com seu irmão.


Nas muitas tentações e provações as quais Jacó esteve exposto, foi reprovado em muitas. Mas, sempre pode contar com a presença, cuidado e amor de Deus. E agora, nesse momento em que após longos anos soube que seu filho José estava vivo, tendo sido convidado a morar no Egito, Deus lhe dá garantias de seu amor, proteção, cuidados e cumprimento de promessas.


Já haviam se passado cerca de 35 anos desde o dia em que Deus havia aparecido a Jacó em Betel e dito: “Darei a você e aos seus descendentes esta terra onde você está deitado” (Gn 28.13). Agora, Deus diz a ele descer para o Egito sem medo, e que a promessa de que seriam uma grande nação estava em andamento e que os descendentes voltariam e que aquela terra seria deles (Gn 46.4).


Jacó, como sempre, oferece sacrifícios a Deus. E em Berseba, centro da vida patriarcal, no “poço do juramento,” onde Isaque e Abimeleque (rei de Gerar, Gn 26.26-37), fizeram um pacto, Jacó leva ofertas para Deus antes de ir e, até buscar orientação de Deus se deveria descer ao Egito. Em Berseba, Abraão, Isaque e Jacó adoraram o Senhor (Gn 21.32-33; 26.23-25; 28.10-15).

Atualmente, Berseba é a oitava cidade mais populosa de Israel. Com cerca de 205.810 habitantes.


Berseba – um lugar de culto instituído por Abraão quando plantou uma tamargueira (Gn 21.33). Ficava a 40 Km de onde Jacó morava. Aqui, Deus falou com Hagar (Gn 21.14-17).


Isaque estava em Berseba quando Deus lhe apareceu numa noite e disse: “Eu sou o Deus de Abraão teu pai, não temas, porque eu sou contigo e abençoar-te-ei, e multiplicarei a tua descendência por amor de Abraão meu servo” (Gn 26.23-24).


Na Bíblia, quando Deus chama duas vezes é indicio de algo especial. Deus chamou Abraão para o sacrifício 2 vezes (Gn 22.11). Moisés, 2 (Ex 3.4). Samuel, 2 (1S 3.4). Temos ainda Marta (Lc 10.41), e Saulo (At 9.4).


Deus tinha um recado especial para Jacó!


Não temas!


Abraão enfrentou sérios problemas no Egito (Gn 12.10-20). Isaque, pai de Jacó, a caminho do Egito, foi impedido pelo Senhor de ir para lá (Gn 26.1,2). O Egito não era um lugar para se ir.

Deus disse: não temas! Assim como havia dito a Isaque (Gn 26.24), foi dito por Moisés a todo o povo de Israel (Dt 1.21; 31.8). Foi dito por Deus à Josué (Js 1.9; 8.1); a Gideão (Jz 6.23), por Boaz a Rute (Rt 3.11); Davi à Abiatar (1Sm 22.23); para Elias (2Reis 1.15); para Davi (1Cr 22.13); para Salomão (1Cr 28.20); para Acaz (Is 7.14); aos israelistas (Is 10.24; 40.9; 41.10; 54.4; Jr 30.10; 46.27-28); a Ezequiel (Ez 2.6; 3.9); a Jerusalém (Sf 3.16); a José (Mt 1.20); a Zacarias (Lc 1.13); a Paulo (At 18.9,27,24) e a João (Ap 1.17).


Eu sou Deus, o Deus de teu pai – Jacó teve profundas experiências com Deus em Berseba, local onde Isaque morou (Gn 22.19). Onde nasceram seus filhos gêmeos. Isaque só saiu de Berseba por causa da fome (Gn 26.1) indo morar em Gerar.


Deus promete que descerá com Jacó até o Egito. Na cultura daqueles povos, os deuses estavam restritos à sua região ou território. Dessa forma, ao fazer a promessa, Deus destaca que não está restrito à Canaã ou qualquer outro lugar (Ex 19.5; 1Co 10.26-28; Lv 25.23; Sl 83.18). Desça ao Egito e eu trarei seus descendentes de volta para a terra prometida.


Jacó foi encorajado por Deus e seguiu sua descida, viagem, para o Egito certo do cuidado de Deus. Amém!




Rev. Edson Ronaldo Tressmann

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo