Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

Os sinais

Atualizado: 15 de Nov de 2019

Meus irmãos: o evangelho nos apresenta Jesus conversando com seus discípulos sobre a sua segunda vinda. Jesus que já havia sido prometido no princípio de tudo, conforme a promessa dada a Adão e Eva e repetida a Abraão, ao povo de Israel, ao rei Davi e anunciado em detalhes por muitos profetas que destacaram que Jesus nascerá de uma virgem, na cidade de Belém da Judéia, que sofrerá muito e será crucificado, que ressuscitará e subirá aos céus. Enfim, sua primeira vinda aconteceu, Jesus que seguiu em grande e profunda obediência o plano de seu Pai.


Jesus que se entregou para o seu sacrifício e, com isso, adquirindo para os homens o perdão dos pecados, o fim da morte e a destruição do diabo. Jesus conquistou a salvação para nós, humanidade, e ordenou que a boa-nova, o evangelho, fosse pregada a todos. Para que todo aquele que crê não pereça, mas tenha a vida eterna. E, como está escrito em At 9-11: “depois de ter dito isso, Jesus foi elevado às alturas, á vista deles, e uma nuvem o encobriu dos seus olhos. E, estando eles com os olhos fixos no céu, enquanto Jesus subia, eis que dois homens vestidos de branco se puseram ao lado deles e lhes disseram: Homens da Galileia, porque vocês estão olhando para as alturas? Esse Jesus que foi levado do meio de vocês para o céu virá do modo como vocês o viram subir." De fato, queridos irmãos, Jesus Cristo um dia voltará, nosso Deus tem um dia certo, mas o mesmo não foi revelado para nós, nem os anjos do céu sabem, mas a única coisa que podemos ter certeza é de que ele não virá de forma humilde como veio na primeira vez, nada disso, mas ele virá nas nuvens do céu em grande glória, poder e majestade. Ele voltará visível, a humanidade poderá ver a Jesus, Jesus que virá para julgar vivos e mortos.


Jesus fala de sinais, sinais que indicarão que sua vinda está próxima. Sinais que serão um tanto estranhos: sinais no Sol, na Lua, estrelas; sinais que aparecerão por todo o planeta. Sinais na natureza em geral: tormentas, alagamentos, terremotos, tsunamis, a natureza será sacudida por tais sinais. Também haverão sinais na humanidade: guerras, a fome, doença, terrorismo, destruição em grande massa; injustiça social, política e econômica; a perca da confiança no próximo, enfim, na humanidade também esses sinais vão estar presentes. Também haverá na igreja: os falsos profetas, perseguição aos cristãos, o enfraquecimento da fé, o surgimento de inúmeras seitas que deturparão a Palavra de Jesus Cristo, etc.


E vocês já perceberam como o nosso mundo está passando por aflições? Guerras, perseguições, mortes em grande escala, injustiças sociais, uma política cada vez mais beirando a um colapso; pastores que se apresentam como milagreiros e arrastam multidões; as igrejas cada vez mais vazias, a escassez de água e comida no mundo, banditismo, catástrofes naturais que se espalham pelo mundo e por aí vai. Queridos irmãos, eu falo para vocês com muita sinceridade: neste tempo de grandes calamidades, de um grande esvaziamento do sentido humano, todo o cristão é convidado a depositar sua esperança em Jesus Cristo. É crer, fé no salvador Jesus. Isto é o suficiente, é o que Jesus deseja de seu povo. Porque temos um Senhor, um Jesus, que cuida do seu povo, que o purifica e o restitui como propriedade sua.


Para o mundo, o retorno de nosso Senhor Jesus é um absurdo, é algo que não vai acontecer. Mas para nós, sua igreja, é a certeza de que o nosso Deus jamais nos abandona, porque ele vai voltar e conceder sua maravilhosa redenção para todo aquele que crê nele e na sua santa obra. Com isso, mesmo nós estando em um mundo atribulado e cheio de problemas e superstições, não tenham medo. Vocês podem contar com a presença do senhor Jesus em todas as situações difíceis, quando estiverem com problemas, exultem ao Senhor, levantem as cabeças, os olhos, porque adiante de vocês caminha o verdadeiro e suficiente Deus, Jesus Cristo, aquele que concede perdão, salvação e vida eterna.


Cristo está conosco, está com cada um de vocês. Somos peregrinos do cativeiro do pecado, mas a oração é o descanso do cristão, é o alívio diante dos fardos e a certeza de que a segunda vinda de nosso Salvador está próxima. Orem! Vivam a grande maravilha do Evangelho, dediquem-se para o Reino de Deus, façam tudo como se Jesus estivesse fazendo para vocês. Saibam que vocês estão debaixo do cuidado daquele que já venceu o mundo. Sendo assim, não há o que temer, mas louvar o Rei dos reis, Cristo Jesus. Amém.


Rev. Artur Charczuk


10 visualizações
 

Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados