Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

O que eu estou fazendo aqui?

Já aconteceu com você de chegar em determinado momento e pensar: “mas como é que eu vim parar aqui?” Geralmente nossas conversas em grupo terminam bem assim. Começamos conversando sobre cor do pelo do gato e terminamos na politica cambial da Rússia. Então, em determinado momento de lucidez nos perguntamos “porque estamos falando disso mesmo?”


Não, não somos pessoas com déficit de atenção, mas nossa mente está sempre agitada e pensando à frente. Criando elos. Ligando lembranças entre si. Assim somos nós. Mas e se a nossa vida fosse construída toda assim? Será que saberíamos o motivo de estarmos aqui? E fazendo o que estamos fazendo?


Sei que muitas das pessoas que acompanham esta página estão aqui por terem encontrado uma palavra de ajuda, uma oração ou um contato que indicou o caminho. E não raro, estas pessoas entram em contato comigo perguntando pelo sentido da vida, pois não entendem o que estão fazendo aqui. Não entendem porque a vida as trouxe até onde elas estão hoje.


Ora, se você não sabe ainda, eu não terei como saber! Mas eu sei quem sabe.


Se nós somos pessoas que buscam sentido na vida em nós mesmos - em nossos esforços, conquistas e derrotas - então estamos perdidos. Se buscamos nosso propósito em nossos relacionamentos com nosso próximo, podemos até nos sentirmos bem mas nosso coração ainda permanecerá com um buraco enorme no peito.


O sentido da nossa vida está em Deus. Ele é quem guiou você até aqui, foi Ele quem trouxe você para ler estas palavras. Foi Ele quem te protegeu até hoje e é Ele quem continua do seu lado mesmo quando o mundo inteiro parece desabar. Então se você precisa descobrir o propósito da sua vida, faça o seguinte: CONVERSA COM ELE! Pede pra Deus a resposta na sua Santa Palavra e tenho certeza de que ele irá te mostrar motivos divinos para guiar a sua vida até ali, onde você está.


Quer um exemplo: em certo dia, de manhã estava fazendo uma visita a um irmão na fé no momento em que as enfermeiras chegaram para trocar o curativo da perna dele. Elas foram até a casa dele pois ele não tinha como ir ao hospital. Eu comentei com uma delas que eu não tenho este dom (eu passo mal com as feridas que vejo kkk) e ela me respondeu: “Eu também não gostava”.


Eu fiquei curioso: “Como assim”? perguntei.


- Ah, quando eu era pequena passei tanto tempo no hospital entre tratamentos que acabei me acostumando com isso. Depois meu pai era responsável pelo hospital e eu acabei me engajando no cuidado das pessoas. E quando vi, aqui estou, com trinta anos de enfermagem”.


O que poderia ser um peso, um fardo para ela tornou-se motivo de alegria. Mas sabe porquê? Ela terminou a sua fala com um sorriso no rosto:


- Deus tem jeitos estranhos de guiar os nossos passos, né?!


Pois é.

Deus tem sim. E como é bom saber que ele continua guiando os nossos, não é mesmo?

Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Rm 8.28



Pastor Egon Griesang

0 visualização
 

Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados