Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

O futebol e o fim do mundo

E se o mundo terminasse hoje? Seria bom? Se chegasse o chamado Juízo Final e com ele o fim dessa “era”, você estaria preparado e tranquilo?


Permita-me exemplificar com “o assunto mais importante dentre os menos importantes”: o futebol. Atualmente o Inter é o líder do brasileirão. Um amigo colorado disse que não se importaria se, por conta da pandemia ou alguma outra situação, o campeonato fosse concluído e o Inter decretado campeão. Eu pensei sobre isso e dei um grande sorriso dizendo para mim mesmo: até que não seria ruim!


Apesar de ter usado um exemplo não tão apropriado, o fato que quero demonstrar é que podemos ter segurança de enfrentar o fim do campeonato de nossa atual existência. Podemos pedir a volta de Jesus com um grande sorriso no rosto, repetindo sinceramente as palavras do final do livro de Apocalipse: “Maranata. Vem, Senhor Jesus!” (Ap 22.20b).


Mas o campeonato ainda não acabou. O Diabo sempre vai jogar com a dúvida, vai ser um competente promotor, apresentando nossos pecados e culpas. A intenção dele é nos levar a desesperança e ao desespero. Mas se nossa esperança está em Cristo, a vitória é certa e o título de cidadão dos céus já é nosso! Isso pode soar algo bem arrogante e sem lógica. Mas o mérito não é nosso. O mérito é totalmente de Cristo. É isso que a Bíblia chama de graça. Está escrito: “pela graça sois salvos mediante a fé, isso não vem de vós, é dom de Deus, não de obras, para que ninguém se glorie.” (Ef 2.8-9).


Se estamos em Jesus já somos novas criaturas (2 Co 5.17), já somos mais que vencedores! (Rm 8.37). Por causa da convicção estabelecida por meio da fé em Jesus que Paulo pode escrever e declarar assim “para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro!” (Fp 1.21).


Alguns entendem mal essa história de vitória garantida, e se entregam a uma espécie de comodidade, usando da liberdade e da graça como uma desculpa para pecar. (Gl 5.13) Para esses, o dia do Juízo trará uma grande surpresa (Mt 7.21-23); assim quando como um time entra de “salto alto” e acaba perdendo! A verdade é que não há como o cristão ficar acomodado. Ele pode ficar tranquilo, em paz e sem ansiedade. Mas jamais acomodado, pois o amor de Deus nos constrange a ação! (2 Co 5.14). Paulo disse que o “morrer é lucro”, mas antes ele declarou: “viver é Cristo”! A vida em Cristo é uma vida em missão! Vida em amor contínuo! Porque não queremos ganhar sozinhos, queremos que todos ao redor celebrem a vitória.


Torço para que o meu time, o Inter, continue em primeiro lugar. Sei que é dificílimo. Mas, torcedor é assim; muitas vezes se ilude. Faz parte. Mas o verdadeiro desejo é que a ilusão não faça parte da vida de fé. Sem Cristo a vida é uma ilusão! O Senhor Jesus, revelado pelas Escrituras, é muito mais que um torcedor assistindo a distância. Ele entra em campo por nós. Joga por nós. Vence por nós! Por tudo isso... Maranata: vem Senhor Jesus!


E que o Inter... bom, deixa o Inter para outro momento! Porque quando o assunto envolve JESUS, então tudo fica secundário, mesmo o que é líder momentâneo do campeonato.



Pastor Ismar Pinz

14 visualizações
 

Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados