Mãe, mulher empoderada pelo Senhor


O empoderamento feminino é assunto que nos salta aos olhos com certa frequência. De acordo com a ONU, este empoderamento é a luta por direitos e reconhecimentos iguais entre mulheres e homens na sociedade – e de forma especial, no mercado de trabalho. Todo o cuidado é pouco para não se intoxicar com as extremidades deste empoderamento colocando, em um extremo, homens e mulheres como gêneros rivais entre si e, em outro extremo, colocando o universo feminino em um submundo sem voz nem vez na sociedade.


Seguindo uma linha sadia e tênue, sem pisar nestes perigosos extremos, gostaria de realizar um pedido especial neste universo de empoderamento feminino. Meu pedido é: mãe, seja mãe. Mesmo que a agenda esteja cheia, que os compromissos suguem boas horas do seu tempo e que haja vislumbre e realização no sucesso profissional, meu pedido é para que você, mãe, seja uma mulher empoderada não só na sociedade, mas que seja empoderada também para seus filhos.


Afinal, mãe é, de certa forma, uma mulher divinamente empoderada. Mãe é empoderada pelo Senhor Deus para acalmar um filho que acorda em meio ao pesadelo, para ensinar os filhos a orar e a ouvir a Palavra do Senhor, para ter aquela conversa de mãe para filho quando as coisas parecem sair do controle e também para fazer aquela receita maravilhosa no final de semana. Ser empoderada desta forma é uma grande bênção - e também um grande desafio, especialmente na era da tecnologia, quando achamos erroneamente que nossos filhos estão seguros em seus quartos enquanto se alimentam em uma internet repleta de perigos.


Ainda falando sobre empoderamento, tenho mais um pedido. Que você, mãe, seja uma mulher que se alimenta no poder do Senhor Deus. E que poder é este? O evangelho! Ele é o “poder de Deus para a salvação de todo o que nele crê” (Romanos 1.16). Beba deste poder, mãe, do poder que brota do sangue de Jesus. Nele há perdão para os pecados de mãe, há consolo para mães que tem filhos na vida eterna, há conforto para os filhos que têm suas mãezinhas no céu. E em Jesus há, de forma especial, o cuidado para as mulheres que ainda não conseguiram ser chamadas de mãe. Bebamos todos do poder de Deus para a nossa salvação.


Então fica a dica: mães, sejam mães, mesmo que as correrias da vida sejam intensas. Grande bênção é o reconhecimento profissional e os frutos de um trabalho eficaz, seja dentro ou fora de casa. Mas nenhum sucesso valerá a pena se um coração de filho estiver sem os cuidados de mãe. Empoderada e abençoada seja você, mãe batalhadora e presente na vida dos seus filhos!




Pastor Bruno Serves

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo