top of page
Mulher orando

Mensagens

Jesus, esperança viva.


Louvemos ao Deus e Pai do nosso Senhor Jesus Cristo! Por causa da sua grande misericórdia, ele nos deu uma nova vida pela ressurreição de Jesus Cristo. Por isso o nosso coração está cheio de uma esperança viva.



Bendito – louvado: eulogetos – elogiado, exaltado. Eulogen – falar bem.


Quando se diz: louvar, glorificar – significa que se está falando bem de Deus. Quando se diz: abençoar, no sentido de bênção de Deus, significa que Deus nos diz coisas boas. O falar coisas boas é o mesmo que fazer coisas boas.


O apóstolo Pedro após anunciar que os cristãos eram sementes e que estavam sendo perseguidos, convidava os cristãos a louvar esse Deus, ou seja, mesmo em meio ao sofrimento, falar bem de Deus.


Enquanto os judeus diziam: “louvado seja o Deus de Abraão, Isaque e Jacó;” a igreja, devido a obra redentora de Jesus passa a dizer: “Louvado seja o Deus Pai de nosso Senhor Jesus Cristo”.


Essas palavras irritam um judeu. Essas palavras significa reconhecer que Deus se revelou em Jesus. São palavras que testemunham que Deus se mostrou e revelou em Jesus.


Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. É fácil esquecer as palavras “nosso Senhor”.


Reconhecer Jesus como nosso - é reconhecer que o benefício da sua obra é para mais pessoas (2Co 5.14; Cl 3.4; Gl 4.6; Rm 8.17) e não só pra mim.


Esse Deus Pai de Jesus Cristo a quem somos chamados para louvar, fez e faz, uma grande obra na nossa vida – renasce uma viva esperança.


Renascidos – há diversas opiniões a respeito desse termo aqui em Pedro. Uns interpretam que significa viver a partir de Deus. Há àqueles que afirmam que Pedro emprega o termo renascidos, em outro sentido, ou seja, a ressurreição de Jesus deu e dá aos discípulos uma viva esperança. E devido à dificuldade, a proposta é meditar na correlação das palavras: renascidos para uma viva esperança.


É preciso ressaltar que a ênfase recai sobre a palavra esperança. A preocupação do apostolo Pedro é pastoral. Afinal, a carta está sendo escrita e será lida por cristãos perseguidos e atribulados. E quem deseja passar por esse período de aflição, precisa fortalecer sua esperança.


É como se Pedro estivesse dizendo: vocês são cristãos e como tais foram semeados em todo o império romano e estão no serviço do Senhor e vivem no perdão de Jesus. Dessa forma, não se abalem, fortaleçam sua esperança na certeza de que vocês têm um Senhor, e esse é o Pai de Jesus Cristo que ressuscitou.


Pedro lembra aos cristãos espalhados como sementes que eles possuem uma riqueza - a viva esperança que os fez renascer e é essa esperança que continua lhes animando a perseverar.


Qual é a sua esperança? Quais foram as suas esperanças que já morreram?


A esperança em Jesus é a única que não morre, pois Jesus vive, então a esperança está viva. A vivacidade está na certeza da ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos.


Essa esperança é apenas uma esperança dos cristãos!


Todos que estão em Cristo, estão renascidos e vivem na viva esperança.


Por ocasião da morte de Jesus, as esperanças de Pedro pareciam ter morrido. A ressurreição de Jesus transformou a esperança dos discípulos e lhes deu um novo sentido. A ressurreição era a certeza da messianidade de Jesus.


A esperança viva é um patrimônio do cristão, ou seja, ele sabe qual é a sua riqueza apesar dos acontecimentos desse mundo. A ressurreição é a nossa herança. Enquanto no mundo, ainda não usufruímos essa herança, sabemos que temos essa herança. Amém





Rev. Edson Ronaldo Tressmann

47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page