Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados

 
Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

Jesus Cristo Ressuscitou

Querido leitor: temos Jesus dialogando com outro grupo religioso de seu tempo, os saduceus. Mas percebem que, mesmo com intenções de colocar Jesus contra a parede, Jesus não os exclui. Os saduceus eram um grupo extremamente conservador, eram sacerdotes, mas a mentalidade deles era totalmente mundana. Estavam sempre dispostos a cooperar com os romanos e com tal pensamento, manter a posição de privilégio na sociedade. E com toda a sua maneira de pensar, eles não criam na ressurreição. Achavam que era uma ideia importada, fora da realidade deles. E, com isso, eles procuravam perguntar para Jesus com certo tom de deboche, sobre a ressureição.


Então, para tentar contradizer Jesus, eles trazem um costume do Antigo Testamento, o casamento levirato, ou seja, quando um homem morria sem filhos , automaticamente o irmão desse homem teria que se casar com a viúva para gerar filhos para que o nome do falecido não desaparecesse, mas se mantesse por meio dos filhos gerados pelo irmão. Mas percebam que os saduceus trazem sua pergunta com certo exagero, para, de fato, fazer o assunto da ressurreição algo sem fundamento. Tanto que eles falam que os irmãos eram num total de sete e todos foram casados com a mesma mulher. E com os sete ela não teve filhos. No final das contas, até a própria mulher morreu e ficou a pergunta: Jesus, com quem essa mulher vai ficar no dia ressurreição? Pois ela casou com os sete? Eles achavam uma resposta impossível, porque para eles a ressurreição é algo absurdo. Percebam que Jesus fala logo no início: “os filhos deste mundo,” ou seja, as pessoas que vivem o presente mundo, o agora, que compreendem as coisas só a partir da sabedoria deste mundo. Jesus, quando explica para eles, meus irmãos, ele quer dizer que o céu não funciona de acordo com a sabedoria deste mundo.


A vida no céu é diferente de qualquer coisa deste mundo. Os relacionamentos humanos aqui no mundo são diferentes, eles dependem do espaço e do tempo. No fundo, os saduceus estão cometendo uma grande falha: eles estão querendo igualar o este mundo com o mundo que há de vir, isto é, eles querem comparar este mundo com o Reino de Deus. Enquanto que o ser humano vive em um mundo que depende do tempo, onde tudo passa, tudo termina, com Deus é diferente: tudo é pleno, a ressurreição de Jesus é plena. A relação do ser humano com Deus se torna plenamente realizado na ressurreição, após a volta de Jesus Cristo. Observem queridos irmãos, a maravilhosa promessa que Jesus Cristo tem para a humanidade: sua ressurreição. A ressurreição é algo que o ser humano não compreende, não tem acesso, a razão humana não alcança, ela é pecadora. Pois o pensamento humano é limitado, pequeno diante da grande promessa de Jesus Cristo.


E essa falta de compreensão dos saduceus continua até hoje. Tanto que é muito popular o termo espiritualidade, em síntese, por meio desta espiritualidade, você sente a presença de Deus, você entra em contato com Deus e assim por diante. Essa espiritualidade, que é apresentada hoje para as pessoas é pura farsa, é mentira, é puro sentimentalismo, é mais uma vez o ser humano querendo colocar sua razão sobre a palavra de Deus. Porque a verdadeira espiritualidade não vem do homem, ela vem de fora, a espiritualidade é fé na Palavra de Deus, o resto é invenção humana. É crer no salvador Jesus, confiar em seu plano, em sua promessa salvadora. Fé no Jesus ressuscitado, para o cristão isso é o suficiente.


Por meio de Cristo Jesus, somos convidados a nos mantermos firmes em suas promessas, isto é, no Jesus ressuscitado. Ressuscitado, que significa: ato de voltar-se a colocar-se de pé, aquele que se ergue novamente, em grande glória e majestade, Jesus Cristo. Aquele que se ergue sobre a nossa natureza pecaminosa para nos conceder o perdão, salvação e a vida eterna. Somente em Jesus, em suas promessas, é que temos acesso às maravilhosas dádivas de Jesus Cristo. Porque tudo o que vem de Deus é bom, tudo o que ele fez foi para nos cuidar, nos preservar.


Vamos louvar e agradecer a Deus, revelado por Jesus Cristo, porque ele é consolador, cuidador e oferece seus planos para nós. Não fiquemos perturbados ou ansiosos com a vida, tenhamos esperança no único e suficiente salvador, Cristo. Porque nada procede de nós, tudo vem de Cristo, o Deus ressuscitado. Agora e sempre. Amém.


Rev. Artur Charczuk

12 visualizações