Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

Eu e o Pai somos um


O filho tem um pedido negado pelo pai e, usando de malandragem, vai até à mãe para tentar fazer com que ela atenda o seu pedido. Já viram esse tipo de manipulação? Então, a sábia mãe pergunta: Você já pediu isso ao seu pai? E o que ele disse? Pois a minha resp0sta é a mesma que ele te deu! No que diz respeito a te educar, eu e o seu pai somos um.  Constatar e praticar isso é um gesto de sabedoria e que preserva a sintonia e a autoridade dos pais na educação e na vida dos filhos.

Sintonia e autoridade: Foi isso o que Jesus revelou que tinha com Deus, o Pai, quando veio a este mundo para realizar a missão de salvar a humanidade pecadora. Aos que não creram nele como Deus, Senhor e bom Pastor ele disse: Eu e o Pai somo um” (João 10.30).

“Eu sou”, utilizado por Jesus para se identificar, é a forma como Deus se manifestava no Antigo Testamento. “Eu sou o bom pastor” (João 10.1) é uma identificação, sintonia e autoridade direta com Deus Pai e a revelação do Deus que quer cuidar e conduzir a todos nós, suas ovelhas, à salvação eterna, à sua casa, onde habitaremos para todo o sempre (Sl 23.6b). É o Deus e Senhor que Davi exalta e louva no Salmo 23, pois experimentou e sentiu o seu cuidado pleno e amoroso. Jesus é o Pastor/Cordeiro “que dá a vida por suas ovelhas” (Jo 10.1b), que derramou seu sangue para lavar suas vestimentas, suas vidas do pecado e leva-las diante de seu trono eterno, onde “jamais terão fome, nunca mais terão sede... pois o Cordeiro que está no meio do trono [de Deus] as apascentará, e as guiará para as fontes da água da vida” (Apocalipse 9.16-17).

E este bom Pastor atua em nosso meio através de seus preciosos instrumentos. E hoje, neste dia em que temos privilégio de meditar sobre o cuidado do bom Pastor Jesus, e também de celebrar o dia das mães, gostaria de relevar a importância deste instrumento todo especial que o nosso Deus utiliza para cuidar de seus filhos... de suas ovelhas neste mundo:As mães!

Muitas são as mães citadas na Bíblia que foram exemplos de sintonia com o Pai Celeste, na educação e cuidado com seus filhos.

Muitas também são as mães na história do povo de Deus ainda hoje que, em sintonia com o Pai, não apenas – e nem sempre – com os maridos, mas com o Pai Celeste, cumprem a perfeita e amorosa vontade de Deus na vida de seus filhos.

*Mães cristãs, guiadas pelo Espírito Santo, conduzem seus filhos ao Bom Pastor Jesus e junto com ele!

*Mães cristãs podem dizer com Jesus: “Eu e o Pai somos um” (João 10.30)... no propósito de salvação de seus filhos, na Missão em que Deus, o Pai, lhes envolveu.

No Batismo, oração, educação cristã, exemplo de vida, amor, fé... em tudo isso as mães manifestam a sintonia com o Pai, e isso revela a autêntica missão desempenhada por essas mulheres/anjos/guias/servas de Deus na vida dos filhos de Deus!

E mais do que tudo, essas mulheres também são cuidadas pelo bom Pastor no desempenho de suas funções e em toda a sua vida! 

Como lembrou o pastor Edgar Lemke, Deus, ao comparar o seu amor ao sentimento humano, ilustrou com o amor de mãe: “Será que uma mãe pode esquecer o seu bebê? Será que pode deixar de amar o seu próprio filho? Mesmo que isso acontecesse, eu nunca esqueceria vocês” (Is 49.15).

E para que esse amor nunca deixe de expressar a unidade com o Pai, é que cada mãe, perdoada e fortalecida no cuidado e orientação do bom Pastor pode viver e dizer: “Eu e o Pai somos um” no propósito de salvação de nossos filhos... para que sintam e vivam o cuidado e amor do bom Pastor Jesus... para que estejam na eternidade junto ao trono do Cordeiro no céu e habitem ali para todo o sempre. Amém.


Rev. Walace Uhylig da Silva

9 visualizações
 

Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados