top of page
Mulher orando

Mensagens

“...escolhe, pois, a vida, para que vivas, ...” (Dt 30.19)



Talvez você já tenha ouvido a música cantada por Milionário e José Rico (1987) ...vou levando a vida... e a vida me levando ... e fazem dessa frase a sua filosofia de vida. Além dessa, têm o sucesso cantado por Zeca Pagodinho (2018) ...deixa a vida me levar (vida leva eu), ou, onde a vida me levar eu vou (2018, José Alexandre da Silva Filho).


Milhares de pessoas vivem a vida como se a mesma fosse apenas uma sucessão de fatos do destino. Nada é por acaso e, todos os acontecimentos já estavam escritos e predestinados e a nós só cabe deixar que o destino nos guie. Dessa maneira, as pessoas ignoram suas escolhas erradas e equivocadas.


Moisés, na Campina de Moabe, já sabe que não entrará na terra prometida, afinal, escolheu desobedecer a Deus num momento em que era para confiar (Nm 20.6,11). Não chateou-se, pois foi sua escolha bater na rocha e não falar com ela. E mesmo não podendo entrar na terra prometida, foi interlocutor de Deus ao povo.


Moisés fala ao povo, uma segunda geração daqueles que saíram do Egito. Essa geração era de pessoas que não viveram os grandes episódios do Êxodo. Para essa geração que nasceu no deserto, Moisés anuncia que para serem felizes na terra prometida é preciso viver orientado por Deus que os estava colocando naquela terra: terra prometida.


A terra a qual o povo de Deus tomaria posse, já estava ocupada. E muitos dos que a ocupavam, adoravam outros deuses e tinham práticas não cristãs, tais como oferecer crianças em sacrifício à Moloque (2Rs 23.10).


Salomão ao pedir e receber sabedoria ouviu de Deus que não houve e nem haveria outro homem mais sábio na face da terra antes e depois dele. No entanto, Salomão se perdeu e edificou santuário a Quemos e Moloque (à quem se oferecia crianças em sacrifício, 1Rs 11.7).


Qual motivo dessa perdição de Salomão? O conselho de suas esposas (1Rs 11.1-3).

Moisés em seu último discurso antes da sua morte e entrada do povo na terra prometida, destaca sobre o perigo dos ídolos desse mundo nos afastarem de Deus, do caminho da vida (Dt 30.17-18).

Quais são os ídolos que estão afastando as pessoas de Deus na atualidade?


Tempos atrás alguém disse uma frase que me marcou. Terminado o culto em que preguei sobre 1Tm 6.10 - o perigo do amor ao dinheiro, um visitante veio conversar comigo e disse: - pastor, eu agradeço essa crise econômica que estamos vivendo. Fiquei surpreso e perguntei: - por que? Ao que me respondeu: - eu estava muito afastado da igreja. E a crise financeira me trouxe de volta.

O dinheiro, o consumismo, os ídolos modernos, têm feito as pessoas perderem a vida. Os ídolos, do passado e do presente, têm conduzido pessoas por outros caminhos para longe de Deus.

Quais ídolos nos afastam de Deus?


Quando Deus fala sobre as escolhas e que essas têm consequências, está na verdade, destacando a responsabilidade humana e nos convida ao arrependimento.

Esse sermão foi proferido para um público cristão, uma segunda geração de cristãos, que precisava ser instruída acerca da identidade de Deus.


Deuteronômio é definido por muitos como torah - que significa instrução, ensino. A nova geração que tomaria posse da terra prometida precisava ouvir e confirmar a aliança e lealdade à aliança de Deus (DOCKERY, 2001). Uma aliança de amor (Dt 4.37; 7.13; 33.3).

Com as palavras de Dt 30.15-20 - Deus oferece a vida ao seu povo. E Deus oferece a vida por que ele é um Deus de vida (Mt 22.32).

Afastar-se desse Deus que oferece e dá a vida, é morrer, é caminhar no caminho do mal, é viver na maldição.


Milhares de pessoas vivem suas vidas como se a mesma fosse fruto do fatal destino. Não há nada para fazer, precisamos apenas aceitar e ...ir levando a vida... e a vida me levando ... ou apenas, ...deixando a vida me levar (vida leva eu), ou quem sabe ...onde a vida me levar eu vou.

Deus é Deus de vida e oferece essa vida pra você, por isso, diz: “...escolhe, pois, a vida, para que vivas, ...” (Dt 30.19).


O que é escolher a vida e viver?

...ame o Senhor teu Deus, dê ouvidos à sua voz e apegue-se a ele” (Dt 30.20).

O Deus da vida te oferece vida. O apostolo Paulo escreveu que “Cristo é a nossa vida” (Cl 3.4). E esse Cristo convida: “Continuem unidos comigo, e eu continuarei unido com vocês. Pois, assim como o ramo só dá uvas quando está unido com a planta, assim também vocês só podem dar fruto se ficarem unidos comigo” (Jo 15.4).


Deus nos oferece vida para que possamos viver. Ele quer que você viva. “...ame o Senhor teu Deus, dê ouvidos à sua voz e apegue-se a ele” (Dt 30.20). Amém!

Rev. Edson Ronaldo Tressmann

68 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Não recue

Comments


bottom of page