Cubra-se até às orelhas!


As noites e os amanheceres frios do outono nos convidam a passar mais tempo debaixo das cobertas. Que jogue a primeira pedra quem nunca ficou um pouquinho a mais debaixo das cobertas após o alarme do despertador soar! Porém, uma pesquisa do Instituto do Sono revelou que a pandemia afetou também a noite de sono dos brasileiros. Mais da metade dos entrevistados afirmaram ter sua rotina de sono alterada, com aumento de pesadelos e relatos de acordar várias vezes durante a madrugada.


De acordo com o Instituto do Sono, além de um uso excessivo de aparelhos eletrônicos à noite, as maiores vilãs para um bom sono são as ansiedades e preocupações que uma pandemia nos lança sobre os ombros. Desligar-se do celular ou da TV parece ser mais simples do que desconectar-se das aflições da vida. O que fazer com todas as preocupações que nos torturam no travesseiro?


Além de manter hábitos saudáveis, tais como alimentação equilibrada e uma rotina de exercícios físicos, os especialistas do sono nos recomendam momentos de meditação e reflexão antes de dormir. E é aí que nós somos brindados com a Palavra de Deus, que age como um calmo e suave bálsamo que traz alívio aos ombros pesados. O Salmo 4.8 nos convida a confessar assim: “quando me deito, durmo em paz, pois só tu, SENHOR, me fazes viver em segurança”. Nesta paz somos convidados a acalmar nossa agitada mente que, não poucas vezes, nos tortura madrugada à fora.


Esta paz que acalma e tranquiliza o coração não está condicionada a saúde, finanças, estética ou emoções. A verdadeira paz é a que emana da cruz de Jesus. Nela, Deus trouxe reconciliação, perdão, salvação e toda uma vida cristã, daqui à eternidade, sob seus cuidados – inclusive nossas noites de sono. Através da leitura da Palavra, de um momento de reflexão e oração, até mesmo antes de dormir, somos fortalecidos nesta paz de Jesus, mesmo que no travesseiro haja silenciosas lágrimas e que na cama haja o vazio e o silêncio de quem já se foi.


Aproveitando as noites frias de outono, sempre que formos à cama ao final de mais um dia, nos cubramos com a graça de Deus. Ela nos aquece e nos traz conforto com o perdão dos pecados e a certeza de que as aflições de hoje e as ansiedades com o dia de amanhã estão sob os cuidados do Senhor. Afinal, ele “nunca dorme, nem cochila” (Salmo 121.4). E se os sofrimentos e as culpas forem gigantes, aí sim, nos cubramos até às orelhas com a graça de Deus, sem medo de exagerar.


Então fica a dica: eis aí bons conselhos para uma ótima noite de sono! Desconecte-se das tecnologias antes de ir à cama. Alimente-se de forma saudável. Pratique exercícios físicos. Cubra-se até às orelhas com a graça de Deus! Debaixo dela não há mais culpas, os sofrimentos são aliviados e o dia de amanhã já está sob os cuidados do Senhor.





Pastor Bruno Serves

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo