Compras online e o prazo de arrependimento

Você já ouviu falar o nome da senhora Jane Snowball? Ela foi a primeira pessoa a realizar uma compra via internet. Pasmem, isto em junho de 1984, nos Estados Unidos, através de um sistema chamado de videotax, em uma interação entre um software e um controle-remoto. Quanta coisa mudou desde a compra da senhora Snowball, não é mesmo? De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, em 2020 mais de 11 milhões de brasileiros realizaram sua primeira compra pela internet, mercado em plena expansão.


O Código de Defesa do Consumidor nos garante algo interessante nas compras online. A partir da assinatura do recebimento da mercadoria, temos 7 dias para nos arrependermos da compra Não precisamos justificar o motivo de não querermos mais aquela mercadoria. Podemos simplesmente devolver e ter todos os valores reembolsados pela empresa, até mesmo do frete. Mas lembre-se: são no máximo 7 dias para acontecer o arrependimento.


Sabem, na vida não é possível saber quantos dias teremos para nos arrepender. Qual é nosso prazo para este arrependimento? Serão 7 dias? 30 dias? 10 meses? 20 anos? Impossível saber nosso prazo de vida para um arrependimento. Esta pandemia nos acorda de uma doce ilusão de que a vida está nas nossas mãos e que podemos a controlar. Da noite para o dia tudo pode mudar e os prazos para arrependimento, que pareciam longos e distantes, chegam ao final em um piscar de olhos. E quão triste e desesperador é ver encerrar este prazo sem aproveitá-lo.


Diante deste cenário, lembremos da Palavra do Senhor: “Arrependam-se e voltem para Deus, a fim de que ele perdoe os pecados de vocês” (Atos 3.19). Cada novo dia que Deus nos presenteia é uma nova oportunidade para arrependimento, perdão e salvação. E isto só é possível através da morte e ressurreição do nosso Redentor Jesus. Enquanto que em uma compra online o arrependimento é um direito e uma opção, na vida cristã o arrependimento é trabalho do próprio Espírito Santo, quebrando, perdoando e transformando nosso coração pecador através da sua Palavra.


Então fica a dica: “hoje é o dia de ser salvo” (2 Coríntios 6.2). Não deixe para amanhã, para o próximo ano, para um outro momento da vida. O prazo pode ser mais curto do que a gente imagina. Arrependam-se, voltem para o Senhor.




Pastor Bruno Serves

9 visualizações0 comentário