Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

A Santa Ceia - Parte I: "Coma e Beba de Cristo"

Deus é gracioso e misericordioso! Ele compreende e conhece todo o nosso cansaço e todas as nossas sobrecargas. Em sua Primeira Epístola aos cristãos de Corinto, o Apóstolo Paulo descreve, de forma belíssima, a Graça e a Misericórdia de Deus falando de sua presença contínua em meio ao seu povo: "Ora, irmãos, não quero que vocês ignorem que os nossos pais estiveram todos sob a nuvem, e todos passaram pelo mar, e todos, em Moisés, foram batizados, tanto na nuvem como no mar. Todos eles comeram do mesmo alimento espiritual. Porque bebiam de uma pedra espiritual que os seguia; e a pedra era Cristo" (1Coríntios 10. 1-4).


É espetacular observar estas palavras do Apóstolo e perceber que quando povo de Israel, lá no deserto, teve fome e sede, o próprio SENHOR os acudiu. E de maneira bastante enfática, São Paulo lembra que quando o povo estava cansado e sobrecarregado, Deus mandou Moisés bater com o cajado numa pedra. Moisés seguiu a Palavra do SENHOR e da pedra fluiu água. Mas isso não é toda a história. Um detalhe extraordinário conclui o texto: a pedra era Cristo!


O povo de Deus no deserto, rumo a Terra Prometida, foi refrescado e fortalecido pelo próprio Cristo - a Graça e a Misericórdia de Deus. Da mesma forma, isso ocorre nos dias atuais. Deus continua a nos perdoar, fortalecer, alimentar e refrescar através de Cristo! Isso ocorre no Santo Batismo, na Santa Absolvição, na Palavra de Deus e também de uma maneira muito íntima e especial na Santa Ceia. Quando comemos o pão e bebemos o vinho na Ceia do Senhor reconhecemos que, por causa da Graça e da Misericórdia de Deus, tanto o pão quanto o vinho "são Cristo!".


A Santa Ceia não é um mero ritual ou um teatro que representa alguma história. Ela é uma instituição do próprio Cristo, concreta e real. Por isso, da mesma forma que as Sagradas Escrituras dizem que a pedra que fortaleceu o povo de Israel no deserto não era uma simples figura ou representação de Cristo, mas, de fato, era Cristo! Nós, hoje também podemos confiar que o pão e o vinho consagrados na Santa Ceia não são apenas meros elementos, mas são Cristo! Afinal, isto é o que o próprio Jesus ensinou: "Enquanto comiam, Jesus pegou um pão e, abençoando-o, o partiu e deu aos discípulos dizendo: Tomem, comam; isto é o meu Corpo! A seguir, Jesus pegou um cálice e, tendo dado graças, o deu aos seus discípulos, dizendo: Bebam todos dele; porque isto é o meu Sangue, o Sangue da Aliança, derramado em favor de muitos, para remissão dos pecados" (São Mateus 26. 26-28).




Rev. Helvécio J. Batista Júnior


15 visualizações
 

Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados