Eu

Isso mesmo, eu. Uma palavrinha tão pequena, duas vogais, mas cheia de mistério e angústia. O eu é uma interrogação para o ser humano, ou seja, o que é o eu? Ele já virou até pergunta: onde está o meu eu? O eu é a consciência do indivíduo, ele ajuda o ser humano a perceber a si próprio. É a personalidade do indivíduo, sim, ele também ajuda o sujeito a caminhar na realidade. O eu, uma instância psíquica tão óbvia, né! Mas é uma incógnita. Claro, o ser humano vive em um mundo marcado pelo tempo: começo, meio e fim. O homem tem o fim como uma etapa, uma parte da vida. É viver com liberdade, entretanto, liberdade em meio à indeterminação. A indeterminação provoca angústia na liberdade do homem. O sentido precisa ser buscado, buscado urgentemente.

E o eu é o caminho, isto é, qual é o sentido do eu no mundo? Aí, leitor, vemos pessoas correndo para todos os lados atrás de algum sentido. E hoje as buscas estão virtuais, em outras palavras, procurar um sentido na tela do computador: frases, fotos, estilos, modas, dietas, marcas, etc. Porém é importante frisar uma coisa: o ser humano é o ser do desamparo, ele sempre busca um sentido para preencher o vazio do eu. Mas, leitor, uma coisa é verdade: o mundo atual não preenche o vazio do eu, mas ele deixa o eu esvaziado. Tudo é descartável e de pouca duração: padrões, modas, relações e assim por diante. E a forma da interrogação fica cada vez mais presente no eu. Cadê o sentido do eu? A impressão que dá é que o tal sentido não está aqui fora, na sociedade.

O homem em busca de sentido? Mas é impossível, porque ele é destituído do mesmo. O ser humano é alguém quedado pelo pecado, um ser angustiado no mundo. Quando o homem quer ser o centro das coisas, tudo fica mais complicado e complexo. Sim, o sentido não está fora, falo da realidade dos homens, nem dentro da pessoa. O sentido vem do alto, do Filho que está no lado direito do Pai, Cristo. Jesus é o nosso suficiente Salvador, Ele é o sentido para os homens sem sentido. Sentido do perdão, salvação e comunhão com Deus. Em Jesus não existe eu vazio ou eu esvaziado, aliás, leitor, por falar em eu, faço um convite para você: vamos mudar o termo eu? Acrescente a letra D no início e o S no final, aí, amigo, você terá o sentido que tanto procura, quer dizer, o sentido que te acha.

Rev Artur Charczuk

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo