Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

Violência à boa ordem de Deus

A sociedade sangra quando funções instituídas por Deus falham com seu chamado e propósito. Policiais estão na sociedade para nossa segurança, para proteção nossa e de nossas famílias. Um filho espera que sua mãe o proteja com amor e com a sua própria vida. Um pai espera de sua filha amor, respeito e gratidão. Mas, quando o ser humano doentio corrompe a ordem natural estabelecida por Deus, a sociedade adoece e geme.


As notícias dos últimos dias nos mostraram exemplos desta corrupção da ordem divina. Vimos, no Estados Unidos, um ser humano doentio desonrando a nobre farda policial. Vimos, aqui pelo Brasil, uma mulher doentia desonrando uma das mais nobres funções de um ser humano, o de ser mãe, ao colocar um fim na vida do próprio filho. Vimos também uma filha que, agindo totalmente contra o quarto mandamento, escolheu trocar a vida do seu pai por dinheiro.


Seria exagero meu abrir mais este leque e adicionar à esta lista de violência à boa ordem de Deus na sociedade um ser humano corrupto que, utilizando-se de seu cargo político e da necessidade urgente da compra de insumos para enfrentar a Covid-19, acaba superfaturando valores e assaltando a sociedade às custas de uma pandemia? E os tantos outros casos de deturpação de autoridade que acontecem de forma velada e silenciosa pelos cantos da sociedade, trazendo dor e sofrimento ao invés de cuidado e proteção?


Assim nos diz a Palavra do Senhor no capítulo 13 de Romanos: “Obedeçam às autoridades, todos vocês. Pois nenhuma autoridade existe sem a permissão de Deus, e as que existem foram colocadas nos seus lugares por eles. As autoridades estão a serviço de Deus para o bem de você”. Não há dúvidas que as autoridades, dentro e fora de casa, nas mais diferentes esferas, são bênçãos para nossas vidas. E quando estas bênçãos e proteção são violentadas, a sociedade geme, vendo instituições divinas sendo corrompidas por alguém que necessita de arrependimento, estando agora aos cuidados de outras instituições divinas colocadas para a justiça e julgamento, como continua dizendo o mesmo capítulo 13 de Romanos: “Somente os que fazem o mal devem ter medo dos governantes, e não os que fazem o bem. Se você não quiser ter medo das autoridades, então faça o que é bom, e elas o elogiarão”.


Guardemos no coração o conselho de nosso Deus: “Orem pelos reis e por todos os outros que têm autoridade, para que possamos viver uma vida calma e pacífica, com dedicação a Deus e respeito aos outros” (1 Timóteo 2.2). Oremos pelos que estão ocupando cargos de autoridade. Oremos para que a boa ordem de Deus continue entre nós.


Acima de tudo, lembremos que todos precisam de Jesus. Tanto os pecados que nos chocam e nos comovem, como os nossos pecados banais, diários e até, quem sabe, prediletos. Estes episódios apenas externam aquilo que há no coração de todos nós. O pedido do Senhor continua até hoje: “Que as pessoas perversas mudem a sua maneira de viver e abandonem os seus maus pensamentos! Voltem para o SENHOR, nosso Deus, pois ele tem compaixão e perdoa completamente” (Isaías 55.7). Arrependimento, perdão dos pecados e transformação pelo Espírito Santo. Todos precisamos diariamente disto.



Pastor Bruno Serves

10 visualizações
 

Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados