Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

Um pedido de Misericórdia!


Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim; Mt 11.22


O que leva uma senhora clamar por misericórdia a um senhor que ela, culturalmente falando, não podia nem se aproximar? Sem dúvida, num primeiro momento é o puro desespero.


Ela já tinha ido aos mais renomados médicos e psiquiátricas da época, mas nada de resolver. Com certeza ela já havia recorrido a tudo que há neste mundo. Só restava aquele a quem eles diziam ser o Filho de Deus. Este era a única esperança que havia para esta mãe que se encontrava desesperada pela filha que estava endemoniada.


Quando analisamos o contexto da época não era costumeiro e nem recomendado um gentio dizer a frase com a qual ela clama a Jesus: “Senhor, Filho de Davi...” Somente os judeus tinham e podiam usar desta nomenclatura. No entanto, isso também mostra que esta mulher já havia sido levada pela fé, que Jesus podia curar sua filha.


Num primeiro momento Jesus não dá ouvidos, parece que esnoba esta mulher. Até que ela diz uma expressão de extrema confiança naquele que é misericordioso. “Mas também, os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa de seus donos.” (Mt 15.27).


Por mais estranho que pareça esta expressão, ela significa que a mulher se humilha ao ponto de entender a expressão de Jesus e afirmar, que se ele desse uma pequena migalha de sua misericórdia já era o suficiente. Era tudo o que ela precisava. Então, Jesus cumpre com aquilo que ela tanto esperava.


Só a título de conhecimento, Jesus aqui não está menosprezando a mulher por se referir aos cães, ele somente usa uma comparação que os judeus usavam para com os gentios. Para os judeus, os gentios eram considerados como cães, fora do povo escolhido de Deus. Logo, se num primeiro momento Jesus veio para salvar a classe judaica, ele assim estende sua graça aos culturalmente chamados de cães.


E tomando por base a misericórdia Divina demonstrado neste texto, precisamos definir o conceito de misericórdia. Para quem não sabe, misericórdia é uma palavra que vem do latim, que se interpretado seria: miséria no coração. Ter miséria no coração é se colocar ao lado ou igual a uma pessoa que tem seu coração na miséria, carente, cheio de necessidade.


E por mais que muitas vezes somos generosos, somente Deus em Cristo é capaz de ter tal misericórdia, pois ele estendeu sua graça a cada um ao ponto de morrer por nós que estávamos na pior miséria humana que alguém possa se encontrar. E sendo mais claro, aos miseráveis que não tinham nem sequer vida, Jesus compadece e estende vida àqueles que não mereciam. Jesus fez isso com cada um de nós.


Misericórdia é algo que cada um precisa, em todos os contextos e relacionamentos que vivemos. Mas infelizmente não conseguimos estender plenamente este tipo de misericórdia, somente Deus que é santo em seu agir consegue estender a cada um de nós.


O que nos compete fazer é simplesmente clamar por misericórdia todos os dias, assim como fez a mulher Cananéia. Somente Deus que é onisciente sabe de nossas necessidades e pode nos socorrer. Assim sendo, não está em nosso poder e nem mesmo querer ditar as regras para Deus agir em nossa vida. A exemplo do texto, depender de Deus, talvez seja a melhor expressão de fé que alguém possa mostrar. Confiar em sua misericórdia, não importando como ela virá é a melhor maneira de viver em paz e confiança sabendo que temos um Deus que cuida de nós diariamente. Amém.



Rev. Gabriel Boldt

5 visualizações
 

Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados