Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

Se você é filho de Deus...

Estamos no período da Quaresma! Estamos vivendo junto com Jesus tudo aquilo que ele viveu antes de morrer. No período Quaresmal vamos ouvir as leituras desde a tentação e vai até ao calvário, onde Jesus é morto. O ministério de Jesus durou três anos. Logo após o seu batismo o Espírito Santo o leva para o deserto, para ser tentado. Esta era a sua primeira prova que ele tinha que passar.

O apostolo Paulo diz: que Jesus é o segundo Adão, e quando olhamos para a tentação isso vai nos ajudar entender um pouco. Jesus é levado ao deserto para ser tentado, arremetendo para Adão e Eva que foram tentados, mas cederam a tentação. Jesus foi tentado e venceu, mostrando que ele veio para reconstruir a nossa história, refazer nosso destino final, dar esperança para aqueles que já não tinham mais esperança.

Assim sendo, Jesus vence o Diabo, e umas das grandes tentações que o Diabo lança sobre Jesus é: “se você é filho de Deus, faça isso, pois você pode! E sempre Jesus, vence com a Palavra de Deus.

Vocês podem imaginar como deva ter sido difícil para Jesus, ele, sendo Deus, precisou se despir de sua natureza Divina e assim resistir. Qualquer um de nós estando na pele de Jesus, tinha fulminado o Diabo. Ele podia ter feito isso, pois é Deus e está acima do Diabo. Mas ele resistiu por amor a sua criação.

Neste momento, quando olhamos para Jesus, somos considerados vencedores pois ele venceu em nosso lugar, e a partir de Jesus, somos a nova criação. Deus nos vê santos e perfeitos porque cremos em Jesus. Assim passamos de inimigos para filhos de Deus.

Mas ainda hoje, o Diabo vem com a tentação de que, se você é filho de Deus então, faça isso...

Querida igreja do Senhor, o Diabo sabe que em nós existe um eterno desejo se sermos deuses, algo que ele também quis, e caiu em nossos corações desde a queda. Logo, quando esse desejo perpassa em nossas mentes achamos que podemos determinar, exigir e cobrar de Deus algumas coisas, tipo: que ele satisfaça os nossos desejos humanos e pecaminosos. Eu determino que eu seja curado! Eu determino que Deus conceda isso... E muito mais ainda, agora que sabemos que somos filhos de Deus, muitos de nós somos levados a pensar que temos o direito de mandar em Deus, como se ele fosse obrigado a responder e ajudar como bem queremos como um filho mimado.

Isso não significa que não podemos pedir, no entanto, pedir e determinar são bem diferentes. Jesus diz, peçam que vocês receberam, batam que abrir-se-vos-á. Procurem que vocês acharão – Mt 7.7-8, e mais, ele diz sempre que formos pedir, que possamos encerrar nossas orações com: seja a feita a tua vontade.

A vontade de Deus prevalece, ela é soberana, nós somos apenas criaturas, que estão debaixo das mãos de Deus.

Sendo assim, o convite é: se entreguem debaixo das mãos de Deus, com humildade e respeito, peçam e se for da vontade dele, ele dará. Outra coisa, e com isso podemos muito nos alegrar que Jesus é nosso substituto, ele venceu em nosso lugar. Logo somos uma nova criação tendo ele em nosso coração, passados de inimigos para amigos dele. Que grande bênção é ter Jesus! Amém.


Rev. Gabriel Boldt

4 visualizações
 

Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados