Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

Saboreando os frutos da Reforma Luterana

Diante de mais um aniversário da Reforma Luterana, parece-me que os dias nos quais estamos vivendo nos convidam a saborearmos de forma ainda mais intensa os frutos da Reforma. Não é à toa que Lutero foi declarado como uma das personalidades mais importantes do último milênio.

Em um cenário de pandemia, onde a sociedade viu seus castelos de areia sendo desmanchados da noite para o dia, muitos foram convidados a voltar seus olhos àquele que é o Castelo Forte, “socorro bem presente nas tribulações” (Salmo 46). Esta pandemia tirou a sociedade de sua zona de conforto, alimentou diversos medos e apreensões e ainda nos colocou diante da realidade da morte. E, diante deste cenário, fomos convidados a voltar nossos olhos para a “verdade que liberta” (João 8), a poderosa Palavra de Deus. A mesma que esteve à frente da Reforma Luterana, a mesma que está à nossa frente agora. A Escritura é nossa única fonte de fé, ensino e vida cristã. E é nela que conhecemos o amor de Deus revelado em Jesus Cristo.


No ano em que a Reforma Luterana completa 503 anos tivemos algo que nunca imaginávamos experimentar: igrejas de portas trancadas. No início da pandemia, os protocolos proibiram cultos presenciais. E qual foi a alternativa? Migrar para as mídias digitais. Se a Reforma Luterana foi alavancada pela prensa de Gutenberg, hoje as redes sociais multiplicam o ensino da Palavra de Deus. E, neste cenário, fortalecemos a ideia de que igreja cristã não é, por si só, ter o nome registrado no rol de membros ou sendo uma fria estrutura física de tijolos e cimento. A verdadeira igreja cristã é aquela onde a Palavra de Deus é verdadeiramente ensinada e onde as ovelhas seguem a voz do seu Bom Pastor Jesus. É somente pela fé em Cristo que somos salvos, e é esta fé que nos conecta à igreja cristã.


O cenário de pandemia desmascarou todos os que sustentavam uma postura de auto-salvação através de seus muitos bens, seu status na sociedade, seu sobrenome importante. Nada disto é capaz de nos livrar da morte. E não apenas da morte física, mas da morte eterna, sob o juízo de Deus, no inferno. E, assim, cresce diante de nossos olhos a verdade de que “pela graça sois salvos” (Efésios 2). Graça de Deus é um presente que já está pago. Custou o sangue de Jesus. E, através do ensino da Palavra, do Batismo e da Ceia, este presente é lançado em nosso coração. Somente pela graça de Deus somos salvos!


Então fica a dica: os frutos da Reforma Luterana precisam ser saboreados de forma ainda mais intensa em um ano atípico de pandemia. Somente pela fé em Cristo, somente pela graça de Deus, somente pela Escritura! Louvado seja Deus pelos 503 anos da Reforma Luterana!




Pastor Bruno Serves

13 visualizações
 

Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados