Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

Reféns da Própria Mente

Vivemos em tempos de pessoas aprisionadas em suas próprias mentes. São pessoas que tem total liberdade, mas ao mesmo tempo, esta liberdade está condicionada ao estado de sua mente. Os pensamentos, geralmente aterrorizantes e ansiosos, tomam as rédeas da liberdade e do gosto pela vida. Até parece que escravizam! Basta repararmos nos índices alarmantes de depressão, ansiedade, síndrome do pânico e até mesmo de suicídios.

Há um belo versículo bíblico que traz paz e consolo para aqueles que são reféns de sua própria mente. Assim está registrado na Palavra de Deus, em Filipenses 4.7: “E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus”. Quando a fé cristã habita em nosso viver, iniciando pelo Batismo e sendo fortalecida pelo meditar na Palavra e no receber a Ceia, a paz de Deus é quem guarda nossa mente, seja ela sã ou atormentada por distúrbios e traumas.

Mentes atormentadas por culpas do passado precisam ser tranquilizadas e consoladas pelo perdão conquistado por Jesus em sua cruz. Mentes aterrorizadas por seus maus pensamentos precisam desta paz que dá a certeza de que nada, em todo o universo, pode nos afastar do amor de Deus. Mentes que sofrem com traumas precisam da presença daquele que é refúgio e fortaleza, socorro bem presente nos tempos de tribulação.

Jesus morreu e ressuscitou para ser Senhor sobre todo o universo e também sobre nosso coração e nossa mente. Leia a Palavra, abra a sua Bíblia, vá à sua igreja cristã. Continue unido com Cristo. Ore pedindo que a paz de Deus guarde a mente e o coração, seja em dias de tranquilidade ou em dias de crises e tormentos.

Então fica a dica: Jesus ama vidas que sofrem com distúrbios, traumas, depressões e ansiedades. E a sua promessa é de dar paz a estas mentes.



Pastor Bruno A. K. Serves

17 visualizações

Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados