top of page
Mulher orando

Mensagens

Raios e maldição no Cristo


Há poucas semanas viralizou a foto do Cristo Redentor sendo atingido por um imenso raio. O registro foi feito por um morador de um prédio vizinho. Ele conseguiu captar, durante uma tempestade, o exato momento em que a descarga elétrica atingiu o topo da cabeça do Cristo. Impressiona a fúria e o poder da natureza sendo descarregados em um só lugar.


Observando esta imagem, logo me veio à mente a lembrança da cruz. A qual já é a tonalidade neste tempo de quaresma. Na cruz de Jesus, algo terrível foi descarregado em toda a sua força. O castigo de Deus. A fúria de Deus. A maldição. Tudo descarregado em Jesus. Assim nos diz o texto bíblico de Gálatas 3.13: “Porém Cristo, tornando-se maldição por nós nos livrou da maldição imposta pela lei. Como dizem as Escrituras: ‘Maldito todo aquele que for pendurado numa cruz”.


Foi por nós. Pelo nosso pecado. Pela nossa culpa. A maldição de Deus deveria repousar sobre nossas cabeças. Mas há um sacrificado em nosso favor. O próprio Filho de Deus. Recebeu em seus ombros o castigo que é meu e seu. Ao invés dos raios da ira de Deus caírem sobre nossas cabeças, “o SENHOR castigou o seu servo; fez com que ele sofresse o castigo que nós merecíamos” (Isaías 53.6).


A cruz ganha seu sentido pleno quando o túmulo vazio é enquadrado na cena. Jesus, o ressuscitado, é o único nome pelo qual somos salvos. Com Cristo, estamos debaixo da graça e da misericórdia de Deus, protegidos da fúria do SENHOR. Porém quem está sem Cristo até experimenta hoje os cuidados de Deus em sua vida. Sol e chuva estão sobre bons e maus. Mas chegará o dia do juízo. “Quem não crer será condenado”, nos diz a Palavra em Marcos 16.16. Crer. Esta é a diferença entre o ser salvo e o ser condenado. Mas não um crer vazio e abstrato. Um crer com conteúdo: Jesus Cristo, o Filho de Deus, é o Salvador!


Então fica a dica: Jesus bebeu da ira de Deus para a salvação de todo o que nele crer! E olha que detalhe interessante. Na cabeça do Cristo Redentor há um sistema de para-raios que parecem uma coroa. Nada mais justo lembrar que, com uma humilhante coroa de espinhos, nosso Salvador recebeu a maldição que era para ser minha e sua. Creia. Foi por você.




Pastor Bruno Serves

59 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Não recue

Comments


bottom of page