Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

Quem é o herói?

É interessante olharmos para a figura do herói, afinal, foi uma palavra muito utilizada nos últimos tempos. Herói, como um entendimento inicial, é um protagonista de uma obra narrativa, ou seja, ele é um tipo de modelo que reúne em si, atributos necessários para superar, de uma maneira excêntrica, um dado problema. Os gregos, tinham outra visão sobre o assunto, viam o herói como um sujeito provindo da relação de um deus com uma mortal, ele, então seria, digamos assim, uma figura semidivina. Enfim, herói é o homem ou a mulher que conseguiu vencer suas limitações dentro da roda da História.


Ele alcança pessoas e locais, assegurando seu espaço por entre as convenções humanas. Ele ascende, têm suas aspirações, ele não transita com passividade na sociedade, mas nele habita o desejo de um sistema social em ascensão. Com isso, o herói não nasce herói, mas sua jornada o molda, seus atos heróicos o lapidam para tal responsabilidade. Mas ser herói, outra característica, é alguém que carrega defeitos, é vulnerável. Sendo ele humano, mesmo tendo habilidades acima do comum, as pessoas se identificam mais com sua humanidade do que com suas habilidades, porque, daquele homem emanam ações de grande admiração. Herói é alguém que carrega, com grande realismo, sua humanidade.


Sua identidade está acima da ética e moral de seu ambiente social, não há uma ressonância, isso acontece pelo simples fato de ele ser um herói.


A pessoa que carrega em si atos heroicos é alguém que supera os dilemas humanos, ele traz algo novo, uma motivação nova para os simples mortais, de que os sonhos e desejos não podem ser jogados nas periferias do desânimo e do fracasso. De fato, diante de tais características, o herói é uma pessoa miraculosa, de atos acima do comum.


No entanto, todo esse entendimento citado acima é pó diante de nosso Salvador, Jesus Cristo. Jesus que veio ao mundo consciente de sua missão: apresentar o Deus perdoador, amoroso, justo e compassivo para a humanidade. Diferente do herói, que precisa ser moldado para se tornar herói, Jesus Cristo é suficiente, nele não existe tempo para ser isso ou aquilo, nada disso, ele é! Porque ele é o verdadeiro Filho do Criador. O Deus que vem até nós por amor, amor que extrapolou limites no alto de uma cruz, não para punir, mas para redimir o homem.


Chamar alguém de herói nada mais é do que o ser humano idolatrando outro ser humano. É o fruto do pecado agindo na fraca carne do herói. Com isso, meus irmãos: somente Deus pode dar a verdadeira compreensão sobre o herói, somente Deus, revelado em Cristo, é capaz de agir verdadeiramente, tendo como alicerces o perdão, salvação e vida eterna. Nós não temos um herói, temos um Deus que fez e faz maravilhas pelo seu povo. O mundo clama por um herói, mas nós exaltamos um Deus, nosso Deus, Jesus Cristo, tudo por meio dele e para ele. Alegremo-nos porque nosso Jesus não é o nosso herói, mas é o nosso suficiente salvador.


Rev. Artur Charczuk

11 visualizações
 

Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados