O desviado diante de Deus em oração!


Todos os cristãos correm o mesmo perigo e risco: afastar-se da verdade! Tiago termina sua carta falando sobre esse perigo e alerta aos cristãos sobre como agir caso alguém tenha se afastado da verdade.


Paulo escreve aos Gálatas dizendo que é preciso falar de Deus para um desviado (Gl 6.1) e, Tiago escreve dizendo que é preciso falar do desviado para Deus (Tg 5.19).


A sabedoria desse mundo se opõe a sabedoria de Deus (Tg 3.13-18). A sabedoria de Deus é Cristo e é de Cristo que o nosso inimigo quer nos afastar. Por esse motivo, o autor a carta aos Hebreus escreveu: “por isso devemos prestar mais atenção nas verdades que temos ouvido, para não nos desviarmos delas” (Hb 2.1).


Tiago diz que alguém que se afastar da verdade e enveredar-se no pecado está na morte eterna. Além de colocar tal pessoa diante de Deus por nossas orações, Tiago diz também que quem fizer com que essa pessoa retorne ao bom cainho, tirará essa pessoa da morte eterna e fará com que seus pecados sejam perdoados.


Em sua exortação aos que se afastaram da verdade e que estão longe do Senhor (Mc 9.42-50), Jesus diz: “... se o sal perder o gosto, como é que vocês poderão lhe dar gosto de novo? ...” (Mc 9.50). Por isso, Jesus aconselha “tenham sal em vocês mesmos e vivam em paz uns com os outros” (Mc 9.50).


Se relembrarmos o sermão do Morte (Mt 5 -7), ouvimos Jesus dizendo por essas palavras que os cristãos são o sal de Deus e salgam o mundo (Mt 5.13). Salgamos o mundo com nossas orações. Salgamos os afastados da verdade, quando falamos deles ao Pai celestial.


Precisamos ajudar os que se desviaram da verdade! Ela precisa voltar, para ser salva da morte, receber perdão, vida e salvação. Amém!





Rev. Edson Ronaldo Tressmann

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo