Menos simpatia, mais Palavra de Deus


O processo de uma virada de ano é algo poderoso. Ele pode demonstrar o que há no mais íntimo do nosso coração. Um réveillon é como um canhão de luz em nosso peito. Revela quais são nossas esperanças. No que cremos. Em quem confiamos. No que nos agarramos para termos um bom ano novo.

 

Nesta virada de ano, é natural que algumas pessoas sejam indiferentes. Duros que nem pedra. Tanto faz, tanto fez. Mas há aqueles que creem em algo. E o que não falta são as inúmeras crendices para a virada de ano. Vestir roupa branca trará paz. Roupa vermelha trará amor. Roupa amarela trará riqueza. Guardar lentilhas ou sementes de romã na carteira atrairá prosperidade. Pular sete ondas no mar é garantia de sucesso.

 

Ah, quantos corações andam embebedados, ano após ano, nestas crendices vazias. E a virada de ano, que traz consigo expectativas e sonhos, escancara onde repousamos nossa vida. Pode ser na indiferença. Pode ser nesta cartilha de simpatias vazias em si mesmas. Ou pode ser em algo com fundamento, um porto seguro para todas as expectativas de um novo ano. 

 

A Palavra de Deus nos orienta no Salmo 375: “ponha a sua vida nas mãos do SENHOR, confie nele, e ele o ajudará”. Isto não é crendice popular a ser resgatada somente em 31 de dezembro. Não é cartilha de simpatias. Não é algo vazio. É Palavra de Deus. É conforto verdadeiro. É base sólida para construirmos cada história de vida em um novo ano. É a Verdade que liberta. É o Caminho, a Verdade e Vida É fonte de vida em abundância.

 

Entregar. Confiar. E o mais, ele fará. Nisto, podemos nos agarrar às vésperas de um novo ano. Podemos adentrar em 2022 dizendo ao SENHOR: nas tuas mãos entrego todas as histórias, tudo o que é importante em meu viver; entrego a ti meus sonhos, minhas expectativas; entrego da mesma forma meus medos e temores em tuas mãos. E, assim, confiamos. Cremos. Fechamos nossos olhos e nos lançamos cegamente sobre os braços de Jesus. E acalmamos nosso coração com a promessa: o mais ele fará. Ele cuidará de tudo. Até daquilo que não podemos cuidar. Aliás, ele já cuidou daquilo que não podemos conquistar: a salvação. No sacrifício de Cristo está a nossa salvação, pronta, já providenciada por Deus. Creia nisto, e você será salvo.

 

Então fica a dica: entrega o ano novo ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará. Com a bênção de Deus sobre nossas vidas, mergulharemos em 2022. A bênção de Deus não emana da cor da roupa usada no réveillon. Tampouco da carteira com grãos de lentilha. Nem de pulinhos no mar à meia-noite. A bênção de Deus emana da sua Palavra Menos simpatia, mais Palavra do Senhor. Sob a bênção de Deus, vivamos as aventuras de um novo ano.

 

 



Pastor Bruno Serves

59 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo