top of page
Mulher orando

Mensagens

Luz em meio às trevas


“O povo que andava na escuridão viu uma forte luz; a luz brilhou sobre os que viviam nas trevas” (Is 9.2)


O profeta Isaías referiu-se aos territórios de Zebulom e Naftali na Galiléia como sendo a “Galiléia dos gentios” ou “terra das trevas profundas” (Is 9.1-2; Mt 4.15-16).


Durante o ministério do profeta Isaías em Judá, Tiglate Pileser III era rei da Assíria conquistou e anexou o território de Zebulom e Naftali e acabou exilando muitas pessoas das quais não se ouviu a voz (1Rs 16.29; 1Rs 17.5,24). Essa era a política da Assíria, subjugar o local destruindo-o e transferindo seus habitantes para outro local. Exilavam os fortes e os pobres da terra deixavam no local com povos de outras línguas, cultura e religião, para que aos poucos fossem desorientados e desmoralizados. Era um formato que impedia união para qualquer levante contra a Assíria. Por esse motivo, Isaías chama Zebulom e Naftali de terra de profunda escuridão. Uma referência a dificuldade e sombria vida das pessoas que lá residiam. Essa região da Palestina sofreu muito.


No tempo de Jesus a região era uma mistura multiétnico de povos que tinham pouca riqueza e nenhuma força para se defender contra quem quer que fosse (Babilônia, Síria, Grécia, Roma).


Na época de Jesus, Zebulom e Naftali ainda era a “Galileia dos gentios”. Mesmo que estivessem gozando de um período de paz, os habitantes dessa região eram caracterizados como pessoas sofredoras, era terra de ninguém, terra de profunda escuridão.


O profeta Isaías anunciou: “O povo que andava na escuridão viu uma forte luz; a luz brilhou sobre os que viviam nas trevas” (Is 9.2) e o evangelista Mateus confirmou: “O povo que vive na escuridão verá uma forte luz! E a luz brilhará sobre os que vivem na região escura da morte!” (Mt 4.16) que ao ir para aquela região, estava cumprindo a profecia anunciada pelo profeta.


Zebulom e Naftali, a “Galileia dos gentios”, terra de profunda escuridão viu grande luz. Jesus disse: “Eu sou a luz do mundo” (Jo 8.12; 9.5).


Não moramos em Zebulom e Naftali, mas, pode ser que estamos habitando numa terra de escuridão, por isso, recebemos o anuncio: “Arrependam-se dos seus pecados porque o Reino do Céu está perto!” (Mt 3.17). Saiam das trevas e voltem a luz - Jesus. Ouça o profeta: "a luz brilhou sobre os que viviam nas trevas” e oferece perdão, vida e salvação. Amém.




Pr. Edson Tressmann

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page