Livres para calar-se


Na aparente e frágil liberdade religiosa em que vivemos no nosso país, talvez os cristãos desinformados estejam perguntando, qual é a perseguição que a igreja esta enfrentando no Brasil?


A sensação de que vivemos em plena democracia e que temos direitos garantidos por lei, cria nos cristãos uma falsa segurança, levando a igreja a baixar a guarda com relação à perseguição que se vive no âmbito da fé cristã.


Portanto a Bíblia nunca nos permitiu baixar a guarda. Consciente da verdade Bíblica devemos permanecer alertas naquilo que Paulo já tinha advertido ao jovem pastor Timoteo. Saiba disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis. Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem amor pela família, irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio próprio, cruéis, inimigos do bem, traidores, precipitados, soberbos, mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus, 2 Tm. 3 1 – 4


Quando Paulo inicia dizendo: Saiba disto: ele fala de algo que é certo que acontece ou acontecerá, e por isso devemos ficar com os olhos abertos em relação aos ataques que podem sobrevir à igreja, para que estejamos preparados no crescimento da fé, mesmo em tempos adversos.


Acredito que nos dias atuais, precisamos nós também gritar um forte “Saiba Disto” alertando sobre os ataques velados e disfarçados de leis que o cristianismo no Brasil vem sofrendo. Aqueles que foram investidos de poder e autoridade para garantir a liberdade, acham-se no direito de decidir o que podemos ou não dizer, crer, praticar e assim abominam os bons princípios e a boa ordem enquanto que estimulam e vangloriam os semeadores da desordem e da injustiça.


No Brasil, a fé cristã e os princípios morais e familiares pregados pelo cristianismo sempre foram perseguidos pela mídia de massa. Mas nos últimos tempos, está se levantando uma onda de intolerância realmente preocupante contra a fé, família e valores cristãos. E apesar de legalmente sermos livres, estamos sendo pressionados ao silencio. Tudo isso com respaldo midiático e politico.


Acredito que precisamos estar alertas enquanto igreja que somos, foi isso que Paulo nos pediu através do pastor Timóteo. Para que a igreja saiba daquilo que a persegue e contra o que ela devera lutar, não com armas, mas com a Palavra que é a verdade e a vida. Além disso, é preciso a igreja saber que, cada crente, como direito de cidadania que possui pelo artigo 5º da constituição, deve requerer o que é ali anunciado: “É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias.”





Rev. Lucimar Velmer

14 visualizações0 comentário