Fazer o começo.


Certo dia, reparei que uma criança, pegou uma tangerina e com os seu pequenos dedos, tentou fazer um furo na casca para conseguir descascá-la. Mas os pequenos dedos da criança, não podiam transpor a casca, por isso, ela logo correu ao pai, entregou à tangerina e disse: Pai, Faz o começo.


Ou seja, o desejo da criança era que o pai, apenas retirasse o primeiro pedaço da casca, para que ela pudesse encaixar os seus dedos e fazer o restante do serviço. O Pai, Sorridente fez um rasgo na casca da tangerina e entregou para a criança que a partir dali, conseguiu descascar o restante.


Fazer o começo, que bom seria ter alguém para fazer o começo naqueles momentos em que nos sentimos perdidos, que não sabemos por onde começar a resolver os problemas e solucionar as questões.


Que bom era o tempo de criança, que entregávamos para o nossos pais as tangerinas da vida e deixávamos que eles resolviam por nós.


Hoje caros irmãos, as tangerinas que temos são outras. Precisamos descascar dificuldades financeiras, problemas no trabalho, obstáculos na saúde e nos relacionamentos na família e com os amigos. Sentimos grande desejo de ter aguem que ao menos faça para nós o começo.


Como pecadores que somos em nossa natureza, trazemos, não apenas uma tangerina, mas um grande abacaxi para descascar, pois o pecado nos afasta de Deus e nos leva a condenação. Mas em Rm. 6. 23 Paulo diz: Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.


Jesus, não apenas fez o começo da nossa salvação, mas na cruz, a obra de Cristo foi completa. A Salvação de nossa alma é algo que não conseguiríamos resolver, mas Jesus não somente fez o começo, fez sim toda a nossa salvação. Ou seja, através de sua obra na Cruz ele entrega a salvação a todo o que nele crê para que nós possamos desfruta-la.




Rev. Lucimar Velmer

21 visualizações0 comentário