Ele foi abandonado para que você não fosse!

Deus meu, Deus meu, porque me abandonaste. Sl 22.1



Não existe pior sentimento do que o do abandono. Já é comprovado que crianças que sofrem abandono em sua infância, por parte dos pais, tem sério problemas no futuro ao se relacionar com outras pessoas. Terão dificuldade em confiar, sentir-se amadas e seguras.


O abandono sentimos muito na pandemia, quando nos foi impossibilitado de visitar pessoas a quem amamos. Pude presenciar no decorrer da pandemia, pais literalmente chorando pelo afastamento se seus filhos. Não queriam ficar sozinhos, eles se sentiram abandonados.

Infelizmente estamos vivendo tempos em que existe uma crescente onde da cultura do cancelamento. Que em si, é o mais terrível abandono. Ou seja, quando alguém não concorda com uma pessoa ou grupo, ela o esnoba, se afasta, faz como se não existisse. Essa é chamada a cultura do cancelamento. Não é atoa que existe uma pequena frase que diz: o contrário do amor não é o ódio, mas a indiferença!

Isso tudo Jesus sofreu! Não é atoa que Isaías diz: Homem de dores e sabe o que é padecer. (Is 53.3-5). Jesus sentiu na pele o que é o abandono! Não o abandono de pessoas, seus amigos e familiares, estes, ainda estavam com ele ao pé da cruz. Jesus sentiu na pele o abandono de Deus. Deus precisou se ausentar para que você não fosse morto. Deus pai precisou ficar em silencio para que você pudesse ser salvo. Deus pai, precisou rejeitar seu filho para que você não fosse rejeitado eternamente.

Não é atoa que Jesus, no alto da cruz, grita, Deus meu, Deus meu, porque me abandonaste? E nessa hora eu vejo Deus chorando, quando em dores Jesus estava morrendo. E Deus vendo isso e não pode fazer nada. Não porque ele não tinha poder, mas porque o futuro de toda humanidade estava em jogo.

Hoje quando olhamos para cruz, somos chamados a dizer como Paulo: a mensagem da morte de Cristo da Cruz é loucura para os que estão se perdendo, mas para nós, que estamos sendo salvos, é o poder de Deus. (1 Co 1.18).

Na cruz está relevado o poder de Deus para salvar o ser humano. Na cruz, nós temos vida. Jesus veio trazer vida por meio de sua morte e ressurreição, uma vida que nós não merecemos, nem adquirimos pelos nossos próprios esforços, mas nos é dado de graça. Porque Jesus pagou o preço. Ele pagou o ingresso pro céu, hoje todo o que nele crê tem acesso a graça eterna, e pode desde hoje se alegrar, pois tem um novo céu e uma nova terra esperando cada um de nós. Amém.




Rev. Gabriel Boldt

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo