top of page
Mulher orando

Mensagens

Dúvidas na fé

E felizes são as pessoas que não duvidam de mim! (Jo 7.23)

Nesta última semana, dia 11, os noticiários trouxeram o relato “Atirador entra em Catedral e mata quatro pessoas após a Missa.” Este fato aconteceu na cidade de Campinas /SP. Após toda a investigação os policiais detectaram que o assassino sofria de depressão e que já havia feito tratamento psicológico e dois boletins de ocorrência como vítima, um por injúria outro por sofrer perseguição.


Mãos

Com este fato percebemos que nem mesmo dentro das igrejas estamos seguros, ao mesmo tempo percebemos que cada vez mais as pessoas estão se sentindo angustiadas, deprimidas, com dúvida e desesperadas ao ponto de até duvidarem de sua fé. Ou você nunca teve? Quem é que nunca duvidou de sua fé? Principalmente quando estamos passando por problemas, ou quando aquilo que pedimos em nossas orações não se concretizam.


Acredito que este sentimento de dúvida na fé aconteceu com todos aqueles que estavam naquela catedral, após o atentado. É comum na igreja pedirmos por proteção, segurança e paz, mas quando menos se espera, a insegurança, a guerra acontece dentro da igreja. Qualquer um que estivesse lá teria sentido, desespero, angústia e dúvidas com respeito a sua fé. Principalmente no mundo em que vivemos onde se prega, que, algo ruim está acontecendo, sua fé está fraca ou você não é um cristão de fato. E isso tem deixado as pessoas desesperadas, com medo e cheios de dúvidas.


Na maioria das igrejas cristãs, neste final de semana, será lido o texto de Lucas 7. 18-30. Este texto faz parte de uma narrativa que conta o momento que João Batista duvidou do seu mestre. Jesus havia feito vários milagres, no último havia ressuscitado o filho de uma viúva. E João Batista estava preso, com medo da morte, e ainda confiando que Jesus poderia o liberta-lo daquela prisão. Assim sendo, ele pede que seus discípulos fossem a Jesus e perguntassem se ele de fato era o messias prometido, ou havemos de esperar outro? v.19. Como qualquer ser humano, João ficou com dúvidas, quando se esperava que algo acontecesse, que pudesse ser liberto pelas mãos de Jesus, nada disso se efetua.


Jesus responde os discípulos de João, voltem e digam o que estão vendo, os cegos veem, os coxos andam, os leprosos são curados, os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados e os pobres recebem o evangelho. v.22. Ou seja, os milagres que são a manifestação do céu antecipado na terra estão acontecendo. Mas porque João Batista não pode ser liberto, nem salvo da morte? Esta é uma pergunta que o texto não nos dá uma resposta. Jesus somente diz: Felizes são aqueles que não duvidam de mim! V.23.


Já afirmei a vocês que as dúvidas são comuns em nós que somos pecadores e que frequentemente duvidamos de tudo e todos. No entanto, novamente Jesus vem trazer consolo, a João e a nós, não precisamos duvidar, nem desconfiar de nossa fé. Ele ainda continua no controle da situação. Por mais tenebroso que pareça, e por mais que você não tenha nenhuma resposta quanto aquilo que você espera.


Precisamos entender que tudo nesta vida tem o seu tempo, não o nosso tempo, mas no tempo de Deus. A missão de João Batista nesta terra havia chegado ao fim, e por mais triste que seja, assim Deus planejou. Mas o convite que Jesus deu a ele, dá a nós, confiem. Por mais difícil que seja. Por mais que não entendemos os acontecimentos em nossa volta. Ele ainda continua no controle da situação. Amém.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page