Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados

 
Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

Cristãos Sofrendo e Ímpios Prosperando

Neste cenário onde diversos males assolam nossa sociedade, é natural refletirmos em uma relação de causa e efeito. Ou seja, em uma perigosa lógica apenas os maus e descrentes é que deveriam estar sujeitos a estes males. Afinal, cristãos estão nas mãos do Senhor da história, aquele que tem o universo em suas mãos e, assim, estariam protegidos e repletos de prosperidade. Mas o que vemos em nosso dia a dia ensina algo diferente. Enquanto maus e descrentes vivem de forma pacata, com prosperidade e boa saúde, observamos cristãos padecendo por enfermidades, crises e diversos males.

Com este cenário em mente eu lhe convido a apreciar o Salmo 73, no qual estão pensamentos e questionamentos bem parecidos com os nossos. Observe: “Quando vi que tudo ia bem para os orgulhosos e maus, quase perdi a confiança em Deus porque fiquei com inveja deles. Os maus não sofrem, eles são fortes e cheios de saúde. Eles não sofrem como os outros sofrem, nem têm as aflições que os outros têm” (Sl 73.2-5). Assim são nossos pensamentos diversas vezes, não é mesmo?

Porém o mesmo Salmo 73 nos lembra algo muito importante sobre os ímpios, que tantas vezes parecem prosperar mais do que os cristãos: “Eles são destruídos num momento e têm um fim horrível. Quando te levantas, Senhor, tu não lembras dos maus, pois eles são como um sonho que a gente esquece quando acorda de manhã” (Sl 73.19-20). Aqueles que rejeitam Jesus, o seu perdão, a sua palavra e o seu amor serão condenados – mesmo que hoje estejam cercados de plena saúde e prosperidade.

Ainda no Salmo 73 encontramos palavras de ânimo diante das aflições: “estou sempre contigo, e tu me seguras pela mão. Ainda que minha mente e o meu corpo enfraqueçam, Deus é a minha força, ele é tudo o que sempre preciso” (Sl 73.23 e 26). Mesmo quando tudo vai contra nossa razão, Jesus segura pela mão. Mesmo quando doenças nos tiram a alegria e nos encham de dúvidas e sofrimentos, o Salvador continua ao lado. Mesmo quando os olhos observam os ímpios e maus prosperarem, o Senhor das nossas vidas nos garante que ele ainda está no controle de tudo. Mesmo quando a vida parece ser injusta, Jesus nos garante o céu repleto de bem-aventuranças. Somente pela fé!

Então fica a dica: “ainda que as figueiras não produzam frutas e as parreiras não deem uvas; ainda que não haja azeitonas para apanhar nem trigo para colher, ainda que não haja mais ovelhas nos campos nem gado nos currais, mesmo assim eu darei graças ao SENHOR e louvarei a Deus, o meu Salvador” (Hc 3.17-19). 


Pastor Bruno A. K. Serves

5 visualizações