Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

Como fazer arroz?

Sim. Esta é a pergunta. Como fazer arroz? E como é que se faz pudim ou um brigadeiro? E o que fazer para aumentar a imunidade? E como fazer para receber o auxílio emergencial o governo federal? E as máscaras, como fazer elas em casa? E o que devo fazer em caso de suspeita de coronavírus? Estas são as perguntas que mais foram realizadas no Google neste período de distanciamento e isolamento social. As dúvidas e ansiedades de uma sociedade que se vê diante do desconhecido vão desde o básico, como aprender a fazer arroz, passando pela preocupação com as finanças e, acima de tudo, com os cuidados redobrados com a saúde. As famílias precisaram reaprender a viver, se adequando à situação. Mas no meio de tantas dúvidas, uma certeza se afirma. Nós, cristãos, estamos reaprendendo a ver nossa igreja. Afinal, ela não é apenas uma estrutura física ou uma prestadora de serviços espirituais. Caso fosse, assim ela estaria hibernando, de portas fechadas, diante do distanciamento social. Mas não se enganem. A verdadeira igreja cristã continuou, mesmo de portas fechadas, pulsando de forma viva e atuante. Em cada lar onde a Palavra de Deus é lida, lá está a igreja cristã. Em cada lar onde devocionais são feitos, lá está a igreja cristã. Em cada lar onde pais e filhos oram e pedem a Deus por suas bênçãos, lá está a igreja cristã. Em cada lar onde há pedidos para que Deus alivie a dor e o sofrimento, lá também está a igreja cristã. Em cada lar onde se confessa a fé cristã, lá está a verdadeira igreja, da qual Cristo é o fundamento. Vejam o que a Palavra de Deus nos diz em 1 Coríntios 3.16: “Certamente vocês sabem que são o templo de Deus e que o Espírito de Deus vive em vocês”. Sim, eu e você somos a igreja amada de Deus, resgatada pelo sangue de Jesus e abençoada com o Espírito Santo – o qual nos presenteia com seus dons para cuidar uns dos outros com amor. E, aliás, como é belo ver os cristãos agindo para cuidar de famílias que sofrem com a crise multifacetada que a Covid-19 nos trouxe. Mesmo viva e pulsante em cada lar, como igreja cristã sentimos falta deste cuidar uns dos outros de uma forma mais próxima, com calor humano. Sentimos falta de estarmos juntos na Casa de Deus, de louvarmos com músicas, de agradecermos a Deus por suas bênçãos também através das ofertas, de celebrarmos Batismo e Santa Ceia que, juntamente com sua poderosa Palavra, são os meios da graça, os canais pelos quais o Senhor nos dá a verdadeira fé cristã e cria em nós um amor que o mundo não pode dar. E assim pedimos a Deus que esta doce rotina volte logo, a rotina de ter a Casa de Deus cheia da verdadeira igreja cristã, eu e você, rebanho do Bom Pastor Jesus. Então fica a dica: mesmo em uma situação passageira e emergencial, a igreja continua viva em cada lar cristão e sedenta de viver as palavras do Salmo 122.1: “Fiquei alegre quando me disseram: ‘Vamos à casa de Deus, o SENHOR”. Ah, e como fazer arroz? Bom, para cada xícara de arroz, use duas de água. E o que é ser igreja cristã? É confessar que, para cada xícara de culpa, transborda a graça e o perdão de Deus revelados em Jesus Cristo. E, a partir daí, a verdadeira vida começa.

Pastor Bruno Serves

11 visualizações
 

Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados