Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

A Santa Absolvição - Parte IV: "O Dom da Confissão"

Será que Deus um dia irá me perdoar?


Muitas pessoas, por causa da culpa que carregam em suas vidas, fazem este questionamento. A vergonha e o peso são muito grandes sobre elas. Talvez você neste momento esteja sofrendo com o fardo da culpa e sente-se que não pode mais suportar.


Na Igreja, quando o Ministro do SENHOR - devidamente ordenado e chamado - anuncia a Graça do Perdão de Deus, você pode achar: "é claro que ele não está me incluindo! Como Deus poderia perdoar o que eu fiz?". É possível que a vergonha pela culpa faz você querer manter os seus pecados escondidos.


O Rei Davi, inspirado por Deus, tem uma palavra especial para você, que reflete a situação que você pode estar enfrentando: "Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia. Porque tua mão pesava dia e noite sobre mim, e o meu vigor secou-se no calor do verão" (Salmo 32. 3-4).

Diante disso, que alívio maravilhoso seria se alguém pudesse olhar diretamente para você e lhe anunciar que você está totalmente perdoado em Nome do SENHOR! (São Lucas 17.3).


Isso não é uma utopia, isso é possível! E isto pode ocorrer com você através do Dom da Confissão!


Infelizmente, muitas pessoas e até denominações religiosas rejeitam essa ideia dizendo ser "muito formal" ou "muito romana". É verdade que no decorrer da história alguns abusaram deste ato transformando-o numa lei ao invés de um Dom. O bem-aventurado Dr. Martinho Lutero chamou esse abuso de "tortura infernal".


Mas o uso errôneo de alguns não anula esse Dom Divino! O próprio Lutero também ensinou que a "Confissão não deve ser negligenciada; pelo contrário, deve ser altamente estimada e valorizada". Também as Confissões Luteranas a incentivam: "Da confissão se ensina que se deve conservar a ‘Absolvição Individual’, não a deixando cair em desuso na Igreja" (CA XI).


Este valor que se dá a Confissão se justifica por conta da Palavra poderosa do Perdão. Davi compreendeu isso: "Confessei-te o meu pecado e a minha iniquidade não mais ocultei. Eu disse: confessarei ao SENHOR as minhas transgressões e tu perdoaste a iniquidade do meu pecado" (Salmo 32.5).


O Confessar já alivia um pouco do peso da culpa e do pecado, mas a verdadeira alegria do Céu vem quando você ouve: "Eu te perdoo em Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo!" (2Samuel 12.13). Você não precisa mais duvidar, o SENHOR prometeu te perdoar através do confessor (São Mateus 16.19). O perdão foi proclamado diretamente para você, por isso, fique em paz, pois "já não existe nenhuma condenação para os que estão em Cristo Jesus" (Romanos 8.1).


Não é nossa intenção modificar a prática ou o costume de sua Igreja. Não importa se a Confissão ocorre no Templo, no confessionário, no escritório, em casa ou qualquer outro lugar. O importante é aquele que vem tenha o privilégio e a liberdade de confessar os seus pecados e receber o Perdão gracioso e amoroso de nosso SENHOR!



Rev. Helvécio J. Batista Júnior

19 visualizações
 

Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados