A alegria pode continuar


Era o primeiro século da era cristã. A igreja estava em expansão. Havia algo que eles mesmos não sabiam explicar! Mesmo Jesus ter ido embora a alegria que eles tinham em seus corações era irradiante. Uma alegria que tinham ganhado do Senhor. E mesmo ele não estando presente fisicamente, em seus corações a presença de Jesus era certa!

Eles sabiam que Jesus tinha pagado o preço do resgate deles, que ele tinha cumprido a lei, que parecia tão difícil para eles. E isso fez com que eles iniciassem a missão de espalhar este evangelho.

Aos que viam não acreditavam que isso fosse perpetuar, que iam conquistar mentes e corações.


Mas algo era certo: Jesus estava com eles, assim como prometeu.

Hoje vivemos tempos muito parecido com a igreja primitiva. Mas será que estamos tendo o mesmo entusiasmo que a igreja primitiva tinha? Posso dizer que não. Neste instante, temos o medo, a desesperança, e as preocupações abalam nossa vida. Vivemos dias incertos e confusos, mas posso também dizer que a algo que a igreja primitiva tinha, que nós também temos: Jesus está conosco, ele prometeu, não irá nos abandonar. Ele já disse: Mesmo que o pai ou a mãe te abandonem, eu não abandonarei vocês. (Sl 27.10).

Hoje, não precisamos nos sentir como ovelhas sem pastor, nós temos um bom pastor, que rompe fronteiras, rompe paredes e corações. E por isso, a igreja pode também se alegrar, mesmo com incertezas no coração, mesmo preocupadas. Sabemos que jesus cuida de nós. Ele fortalece os seus e foi preparar-nos um lugar, onde está dor, medo e preocupação não vai mais persistir. Porque ele garantiu: vou preparar-vos um lugar, para que onde eu estiver, estejais vós também. (Jo 14.3).




Rev. Gabriel Boldt

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo