Buscar
  • PENSE NISSO Teológica

Água viva

Estimados irmãos: Jo 4. 5-26 mostra Jesus dialogando com uma mulher samaritana. Jesus atravessou Samaria, Deus é quem fez Jesus atravessar a mesma, porque Deus tinha preocupação com o povo de Samaria. Então, enquanto ser humano, Jesus foi descansar, ele estava cansado, Jesus tinha fome, tinha sede. Nisto veio uma mulher samaritana, interessante olhar para os samaritanos, meus irmãos, porque entre eles e os judeus haviam alguns distanciamentos: eles apenas criam no Pentateuco, os livros de Moisés, Gênesis até Deuteronômio, e criam que Samaria seria a sede do governo do Messias e não Jerusalém. Sendo assim, tudo isso criou um afastamento entre o povo judeu e o samaritano. Mas é aqui, querida igreja, que se inicia a maravilhosa revelação de nosso Deus. Pois quando Jesus pede água para a mulher, Jesus quebra com as rixas entre judeus e samaritanos. E também Jesus vai contra o desprezo de uma cultura patriarcal, onde via a mulher com algo inferior.


Com isso, o pedido de Jesus causa uma grande estranheza para a mulher, isto é, um homem judeu falando com uma mulher samaritana: como tu, sendo judeu, pede água para uma samaritana? E temos Jesus que oferece para a mulher água viva. Aqui, meus irmãos, descortina-se algo muito bonito nas palavras água viva, porque temos Jesus que oferece para a mulher, digamos assim, a vida nova, as águas do batismo, a água que jorra para a vida eterna. O que Jesus quer daquela mulher é um coração que esteja direcionado para a vontade de Deus. Jesus deseja que aquela mulher tenha o seu coração mergulhado na misericórdia e na compaixão de nosso Deus. Porém o coração da mulher estava um tanto receoso, ela estava relutante, mas Jesus reforça: quem beber dessa água, tornará a ter sede, mas a água que eu tenho jamais terá sede, mas na vida da pessoa será uma fonte de vida eterna. Temos a presença do Espírito Santo que atua na vida das pessoas. Sendo assim, estimada igreja, temos dois tipos de água: a água que é passageira, que depende do tempo do homem, que apenas sacia momentaneamente e, por outro lado, temos a água que purifica, que limpa e possibilita para o ser humano um renascimento uma nova vida, vida que brota a partir do salvador Cristo Jesus.


Água que dá vida para sempre, água que dá o perdão, salvação e a vida eterna. Jesus, diante da mulher, se apresenta como o Salvador, Jesus acolhe os pecados dela em pura graça e compaixão, Jesus é o que ele faz, ele é o verdadeiro Deus e Senhor, ele é a fonte inesgotável que todos nós precisamos beber, precisamos nos saciar continuamente. Porque somos parte do pecado, somos parte do velho homem: preferimos a mesquinharia, a intriga, falar mal do outro, o de querer fazer justiça com as próprias mãos, criticar, atacar, se possível, judiar, somos águas perversas deste mundo decaído. A fonte que se chama Jesus é um grande horror para nós.


No entanto, a fonte que sacia vem até nós para nos oferecer a água viva, a água tranquila, que cura, que sara, que perdoa e que nos pede continuamente: entregue tudo para mim, não carregue mais tudo isso, eu sou o teu Deus e te cuido porque te amo. Com isso, queridos irmãos: Jesus fez o seu mais alto sacrifício para se tornar fonte inesgotável para a humanidade, ou seja, fonte que jorra da cruz: água pura e limpa do perdão, salvação e de vida eterna. Jesus abraçou a sujidade humana para conceder água pura e cristalina. Jesus concedeu para aquela mulher a água viva e também concede para nós hoje! Por meio da fé somos saciados, a salvação em Cristo nos sacia, a sede do pecado em nós termina. Amém.




Rev. Artur Charczuk

13 visualizações
 

Receba Mensagens Cristãs Diariamente no Whatsapp. Adicione e peça (53) 99901-4822

© 2020 by pensenissoteologica.com. Todos os direitos reservados